Vitória abre calendário de 2013 do movimento Eu Escolhi Esperar

No dia 5 de janeiro, os jovens de Vitória e região terão uma boa opção para aproveitar o dia, mas nada de badalação, praia e as tradicionais festas características do verão. Na data, o movimento Eu Escolhi Esperar (EEE) promoverá o 1º Encontro Nacional para Solteiros Cristãos, na Igreja Evangélica Batista de Vitória, em Jardim da Penha.

O encontro marca a abertura da turnê 2013 do projeto, que passará por todas as capitais brasileiras e também por cidades dos Estados Unidos, como explicou o coordenador e um dos criadores do movimento Eu Escolhi Esperar, Victor Vieira, de 29 anos.

“Fazemos o convite a todos que queiram saber mais sobre nosso trabalho. A intenção é mostrar aos participantes que eles têm opções de vida diferentes das que a sociedade oferece. Estar mais próximo de Deus para poder compartilhar e ouvir experiências de pessoas que aderiram ao movimento e que hoje usam o anel (símbolo do Eu Escolhi Esperar). Este também é um dos nossos objetivos. Vitória foi escolhida por ser uma capital que abraçou a causa”, contou.

Continua depois da Publicidade

Powered by WP Bannerize

Para reforçar o time de palestrantes, os organizadores já confirmaram a presença do atleta paralímpico brasileiro Daniel Dias, destaque brasileiro nas Olimpíadas de Londres, e também da cantora Lu Alone, que, assim como o paradesportista, aderiu ao movimento. Só para se ter uma ideia da força do movimento, em 2011 a Hashtag #EuEscolhiEsperar atingiu o topo Trend Topics Brasil, no Twitter, que indica os temas mais comentados na rede social.

“Eu Escolhi Esperar” é uma mobilização que divulga jovens que optam por iniciar a vida sexual somente após o casamento. Esse movimento foi iniciado em Vitória e a intenção da ONG é repercutir sobre o assunto. Atualmente o grupo já ultrapassou a barreira de 1 milhão de membros no Facebook e promove encontros e discussões por todo o país.

Para participar da edição em Vitória, basta acessar ao site: www.euescolhiesperar.come preencher a ficha de inscrição. A expectativa é reunir aproximadamente mil pessoas e espalhar a ideia.

“Reforçamos o convite independente da religião, se for casado ou não. É uma boa oportunidade para refletir sobre a instituição casamento”, lembrou Victor.

No evento os participantes poderão adquirir a aliança símbolo do EEE, mas para isso é necessário participar de toda a rotina e ações promovida no local.