Vereadores de Aracruz vão passar Natal na cadeia

Os três vereadores presos na última segunda-feira em Aracruz vão passar o Natal na cadeia. O prazo da prisão temporária, de cinco dias, venceria neste sábado (24), mas a Justiça acatou pedido do Ministério Público para prorrogação.

Os parlamentares Jocimar Rodrigues Borges (PSB) e Ozair Coutinho Gonçalvez Auer (PMDB), além do advogado da Câmara Municipal, Guilherme Loureiro – também preso na operação de segunda -, ficarão mais cinco dias na prisão.

Continua depois da Publicidade

Powered by WP Bannerize

Já ao vereador Orvanir Pedro Boschetti (PMDB) e ao então secretário de Infraestrutura do município, Ismael Rós Auer, a Justiça determinou a prisão preventiva, sem prazo final. Eles estariam coagindo, ameaçando testemunhas e atrapalhando as investigações.

Todos são acusados pelo Ministério Público de formação de quadrilha, fraudes em licitação, extorsão, rachid – apropriação de parte do salário de servidores -, contratação de “funcionários fantasma”, corrupção ativa, entre outros crimes.

Segue ainda na cadeia o vereador Gil Furieri (PMDB), acusado das mesmas práticas e preso na operação, no último dia 15 de dezembro.