Tomate chega a R$ 10 e puxa inflação na Grande Vitória


A categoria ‘alimentação domiciliar’, apareceu com alta de 1,44%, acima de categorias como ‘aluguel residencial’ (0,67%) e eletrodoméstico (-1,17%)

Redação Folha Vitória 10 de Maio de 2019 às 12:24 Atualizado 10/05/2019 12:24:49

O instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou o índice de inflação na Grande Vitória, que fechou em 0,32% em abril. A categoria ‘alimentação domiciliar’, apareceu com alta de 1,44%, acima de categorias como ‘aluguel residencial’ (0,67%) e eletrodoméstico (-1,17%).

Continua depois da Publicidade

No setor de alimentação de domicílio, o tomate apareceu com a maior inflação, registrando alta de 44,68%, chegando a custar R$ 10,00 em supermercados e puxando a inflação. Outros itens como repolho (24,85%) e banana da terra (22,13%), também ficaram notavelmente mais caros para os consumidores.

Brasil

A inflação oficial, medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), registrou taxa de 0,57% em abril deste ano. Apesar de ter ficado abaixo do 0,75% registrado em março, o IPCA de abril deste ano é maior do que o 0,22% de abril do ano passado e a maior taxa para o mês desde 2016 (0,61%).

Segundo dados divulgados hoje pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o IPCA acumula taxas de 2,09% no ano (a maior para o período desde 2016) e de 4,94% em 12 meses.

A inflação de 0,57% registrada em abril foi puxada pelos gastos com saúde e cuidados pessoais (1,51%), transportes (0,94%) e alimentação (0,63%).