TJES levanta dados dos casos de corrupção

Composta por membros do judiciário, Ministério Público Estadual (MP-ES) e Ordem dos Advogados do Brasil (OBA-ES), a Comissão de Enfrentamento à Corrupção e à Improbidade Administrativa tem como meta inicial realizar o levantamento manual dos processos criminais e civis relacionados ao tema.

Continua depois da Publicidade

Powered by WP Bannerize

De acordo com o presidente da Comissão, desembargador William Couto Gonçalves, durante 60 dias, as  Comarcas e Varas do Poder Judiciário estarão atuando nesta tarefa, cujo objetivo é localizar cada crime em tramitação no judiciário do Espírito Santo, analisar o andamento de cada um deles e sugerir medidas para que sejam finalizados.

“Ao fim dos quais a Comissão se reunirá para analisar o resultado do levantamento, bem como para adotar as medidas cabíveis com vista a dar maior celeridade a tais processos”, ressaltou o desembargador Willian Couto Gonçalves nesta sexta-feira (23), primeiro dia de trabalho do grupo.