Temporal deixa duas crianças mortas durante enxurrada em Paulista

Dois irmãos gêmeos, de apenas 7 anos de idade, morreram nesta quarta-feira (19) após terem sido levados por uma enxurrada no Distrito de Vila Paulista, em Barra de Francisco de São Francisco, Região Norte do Espírito Santo.

paulista-71

Um temporal pesado que durou aproximadamente uma hora, na tarde desta quarta-feira, 19 de fevereiro de 2014, fez novos estragos no distrito de Paulista em Barra de São Francisco. O volume de água foi tão grande que as ruas do distrito ficaram alagadas e invadiu até um estabelecimento comercial. Uma das ruas próximas ao campo de futebol teve os bloquetes carregados pela enxurrada.

Continua depois da Publicidade

Powered by WP Bannerize

Os meninos Felipe e Tiago Rosa Venâncio brincavam próximo da casa onde moravam, em um morro, durante um temporal que começou às 16h30. Eles foram levados pela força da água, descendo por uma vala existente no morro.
Os garotos foram arrastados em direção ao Córrego do Caju. Segundo o assessor de imprensa da prefeitura, Edmilson Brum, o tio dos meninos, Paulo Nunes Roda da Silva, encontrou Felipe a cerca de 200 metros do ponto de onde os irmãos foram arrastados.
Moradores do distrito encontraram o outro menino, Tiago, em outro ponto não informado. As crianças foram levadas para o Hospital Dra. Rita de Cássia, mas morreram.
Filhos únicos
Felipe e Tiago, segundo Edmilson Brum, eram os únicos filhos de Sônia Rosa da Silva.
Brum negou uma informação que chegou a ser divulgada na internet, segundo a qual, antes do temporal, os meninos teriam sido deixados na estrada por um ônibus escolar.
O prefeito Luciano Pereira estava em Vitória, ontem, e lembrou que a cidade, em dezembro de 2013, sofreu cinco enchentes. Ontem, estabelecimentos comerciais foram alagados em Vila Paulista.