Taxista de 60 anos é rendido e atingido por golpes de faca durante assalto em Viana

O taxista aceitou uma solicitação de corrida e acabou esfaqueado por um casal que seguia para Viana

Redação Folha Vitória11 de Julho de 2019 às 09:37Atualizado 11/07/2019 10:20:56

Um taxista de 60 anos foi rendido e esfaqueado por criminosos durante um assalto na noite de quarta-feira (10), no bairro Morada de Betânia, em Viana. A tentativa de latrocínio aconteceu por volta das 22h30, depois que o taxista aceitou um pedido de corrida em Cariacica. A vítima ficou ferida e precisou ser levada para um hospital da região.

De acordo com o relato do taxista, um casal de passageiros teria solicitado uma corrida no bairro São Francisco, em Cariacica e, ao chegar no local de partida, os suspeitos teriam dito que precisavam seguir para o bairro Morada de Betânia, em Viana.

Continua depois da Publicidade

Chegando ao destino, os suspeitos renderam a vítima, que foi agredida e acabou esfaqueada depois de tentar reagir. O homem teve ferimentos nas mãos e um corte na perna direita. Além das agressões, ele teve cerca de R$ 100 reais levado pelos assaltantes, que fugiram a pé. Um canivete, que seria do casal, foi deixado quebrado e sujo de sangue no carro da vítima.

Segundo o taxista, mesmo machucado ele conseguiu pedir ajuda para uma irmã, que trabalha em um bar próximo ao local. A polícia foi acionada e buscas foram realizadas pela região.

A Polícia Militar confirmou a versão da vítima, que foi encontrada ferida após ter sofrido uma tentativa de latrocínio no bairro Morada de Betânia, em Viana. Além do dinheiro do dia do taxista, os suspeitos levaram um aparelho celular. Até o momento, os criminosos não foram localizados.

Por meio de nota, a Polícia Civil informou que o caso seguirá sob investigação do Departamento Especializado de Investigações Criminais (DEIC) e, até o momento, nenhum suspeito foi detido. Informações adicionais, ainda, não serão passadas para não atrapalhar a apuração do fato.

Além disso, a PC reforça que denúncias podem ser feitas por meio do Disque-Denúncia 181 ou pelo disquedenuncia181.es.gov.br, onde é possível a pessoa anexar imagens e vídeos de ações criminosas. Não é preciso se identificar.

* Com informações da repórter Luana Damasceno, da TV Vitória / Record TV.