Suplemento da moda, Jack3d oferece disposição e riscos à saúde

O verão tem início na próxima quinta-feira (22), e estar em forma se torna o principal objetivo de muitas pessoas. No entanto, nem tudo que é oferecido para ter um corpo malhado faz bem à saúde. E nessa lista entra o suplemento alimentar Jack3d, que promete dar mais disposição para o treino e intensificar o resultado do exercício.

Em maio deste ano, o jovem Wilson Sampaio Júnior, 18 anos, foi encontrado morto no banheiro de sua casa no estado de Pernambuco, Nordeste do país. Os pais desconfiam que a causa da morte seja o uso do suplemento e, desde então, a família faz um alerta sobre o Jack3d.

Independentemente da causa da morte de Wilson, esse suplemento não é liberado no Brasil e pode trazer muitos efeitos colaterais.

O professor de Educação Física André Ocleys, coordenador técnico da academia Razões do Corpo, conta como esse suplemento age no organismo.

O professor enfatiza que a competência para prescrever suplementos é função de médico especialista e de nutricionistas. “Só eles podem mensurar a necessidade de cada organismo para cada tipo de suplementação”, afirma.

Veja a entrevista.

O Jack3d é liberado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa)?

Continua depois da Publicidade

Powered by WP Bannerize

Não. O Jack3d não possui registro na Anvisa, portanto, não tem autorização para comercialização no Brasil. Não possui rótulo em português e não se enquadra em nenhuma categoria de alimentos existentes, por isso não possui registro. Além disso, o Jack3d não é aprovado (diferente de proibido) pela Food and Drug Administration (FDA) nos Estados Unidos da América. Ainda, atletas que usam o Jack3d em competições que utilizam o teste Anti-Doping, podem ser flagrados, pois a World Anti-Doping Agency (WADA) – Agência Mundial Anti-Doping proíbe o uso da substância 1,3-Dimethylamine, contida no suplemento.

Ele tem algum efeito colateral?

Diversas substâncias contidas no Jack3d causam efeitos colaterais, como: diarreia, náuseas, cefaléia, insônia, irritabilidade, tonturas, vertigens, acidente vascular cerebral (AVC), aumento da frequência cardíaca, amnésia, alucinações, e outros. Algumas substâncias contidas no suplemento atuam no Sistema Nervoso Central e por isso podem causar dependência.

Você percebe que os alunos estão fazendo uso dessa suplementação?

Alunos têm feito o uso indiscriminado desse suplemento, sem orientação profissional. Por mais que seja proibida a venda no Brasil, a comercialização é fácil, pela internet se consegue facilmente.

Qual é a função desse suplemento?

É um suplemento pré-treino, ou seja, toma-se antes do treino para gerar energia, disposição, vasodilatação para absorção melhor dos nutrientes, força e acelera o processo de recuperação muscular.