Servidores da prefeitura ganham aumento. Câmara fica sem reajuste

Os vereadores de Vitória aprovaram nesta terça-feira (20) um reajuste salarial de 4% para os servidores e secretários municipais. O impacto financeiro em 2012 será de R$ 15,4 milhões. Tudo corria tranquilamente no legislativo até o presidente da Casa, vereador Reinaldo Bolão (PT), não permitir que o reajuste fosse estendido aos servidores da Câmara. A recusa causou bate boca entre o petista e os demais vereadores presentes no plenário.

em um primeiro momento o presidente afirmou que não podia permitir a votação do projeto pelo fato da Mesa não ter feito nenhuma redação sobre o assunto e muito menos ter calculado o impacto financeiro na folha. Insatisfeito, o vereador Ademar Rocha pediu explicações ao colega já que, segundo ele, os reajustes dos servidores da prefeitura e da câmara sempre foram votados juntos.

Continua depois da Publicidade

Powered by WP Bannerize

“Há 20 anos eu estou nessa Casa e essa é a primeira vez que não aprovamos o salário dos nossos servidores. Aprovamos a caixa de bondade para o Executivo e nada para nossos funcionários. A câmara precisa dar esse reajuste. Está previsto no orçamento. A Mesa Diretora já tinha que ter feito esse projeto”, contou.


Após a indagação de Ademar Rocha, Reinaldo Bolão deu uma outra versão. Segundo ele, o impacto financeiro desse reajuste é grande e a câmara não fez essa previsão para o próximo ano.

“Eu como ordenador de despesas não posso estender um benefício desse dessa maneira. Tem que ter no projeto estudo de impacto financeiro. E digo ainda que esse impacto não é pequeno e não está previsto para o orçamento de 2012”, disse.

Os vereadores Zezito Maio (PMDB) e Fábio Lube (PDT) sugeriram que a Mesa Diretora peça um suplemento ao Executivo, se realmente o valor não estiver previsto na peça orçamentária do ano que vem que é de R$ 23,9 milhões. Os vereadores vão se reunir nesta terça-feira para definir se haverá ou não reajuste aos servidores da Câmara.

O reajuste de 4% será concedido em dois momentos: 1,5% em 1º de janeiro e 2,5% em abril. Com o reajuste os secretários vão passar a ganhar R$ 8.4 mil.