Rota do Café Especial: evento fomenta produção de cafés especiais em Mantenópolis, noroeste do ES

Com microrregiões que chegam a 900 metros de altitude, Mantenópolis, no noroeste do estado, tem características ideais para produção de café arábica especial. Outra vocação do município é o ciclismo, com histórico de vários eventos de pedal.

Para divulgar esses cafés, incentivar o trabalho desses produtores, e promover a prática do ciclismo, vai acontecer no próximos dia 1º de agosto o Rota do Café Especial. Passeio ciclístico com percurso de 30km, passando por belas paisagens que cercam as propriedades rurais onde são produzidos grãos de qualidade. Além do passeio os participantes terão oportunidade de aprender sobre o processo de produção e degustar esses cafés.

Continua depois da Publicidade

Powered by WP Bannerize

O ponto de largada e chegada será o sítio do Nana, Córrego do Ouro. Às 7h será servido um café da manhã para os participantes e às 8h terá início o passeio. Será feita uma parada no Sítio do Robadel, Córrego do Capim, para metodologias de ensino e degustação de café. O encerramento será às 11h, com almoço, no sítio do Nana, ponto de partida do passeio. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas pelo número: 9 9925- 6839.

O extensionista do Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper), Claudinei de Sales Silva, explica que durante o percurso serão feitas pequenas paradas para breves apresentações do processo realizado para se chegar aos cafés especiais.

“Vai ser um evento dinâmico. No caminho teremos paradas e especialistas explicando, de maneira breve, sobre o processo, desde a colheita, fermentação, como secar de maneira correta os grãos para manter a qualidade, torrefação e pontos de torra, além da degustação de alguns cafés para que façam essa avaliação do que é um café ruim, um café bom e um café especial”, ressalta Claudinei.

O evento é uma parceria da prefeitura de Mantenópolis e o escritório local do Incaper. Além de Claudinei também participam do evento, como palestrantes, Fagner Vicente de Oliveira, agrônomo e secretário de Agricultura do município, e Wellignton Braida Marré, engenheiro agrônomo e coordenador do Incaper regional Noroeste. Estão previstos certa de 250 a 300 participantes.