Ronaldo lamenta possível saída de Ricardo Teixeira da CBF: ‘Devemos muito a ele’

Muita gente já comemora uma possível saída de Ricardo Teixeira da Confederação Brasileira de Futebol, mas Ronaldo segue uma linha contrária. O Fenômeno lembrou a realização da Copa do Mundo de 2014 no Brasil, disse que o país deve muito ao cartola e lamentou a provável mudança no comando da CBF.

“Na minha opinião, será uma pena se isso vier a acontecer. Querendo ou não, e com os inimigos que ele possa ter ou não, foi o cara que trouxe a Copa do Mundo para o Brasil, e devemos muito a ele”, disse Ronaldo. Foi pelas mãos de Ricardo Teixeira que o ex-atacante chegou a um cargo no Comitê Organizador Local (COL) da Copa do Mundo de 2014.

Continua depois da Publicidade

Powered by WP Bannerize

O curioso é que antes disso Ronaldo e Teixeira não estavam falando a mesma língua. Após a Copa de 2006, o presidente da CBF se revoltou e criticou o atacante, reclamando de baladas e bebedeiras da seleção brasileira na Alemanha. Em 2009, o Fenômeno chegou a criticar abertamente o cartola e disse que Teixeira era uma pessoa de duplo caráter.

A possível saída de Teixeira ganhou força no início da semana. Na segunda-feira, durante o programa Linha de Passe, da ESPN Brasil, o comentarista Juca Kfouri afirmou que a renúncia do presidente da Confederação Brasileira de Futebol era “mais que um rumor”.

De acordo com Juca, Teixeira deixará o comando da entidade para dedicar-se à família, morando em Miami. Nas últimas semanas, o dirigente vendeu propriedades e demitiu funcionários de confiança, em uma movimentação que aumentou as suspeitas sobre a saída. Espera-se que o cartola anuncia nesta quinta-feira a sua saída do cargo.

Outra linha ­ Enquanto Ronaldo defende Teixeira, outra ex-lenda do ataque da seleção brasileira ataca o cartola. Na quarta-feira, Romário disse que o presidente da CBF não fez bem ao futebol brasileiro e chegou a sugerir que o governo federal interfira na gerência da confederação.