Rio Doce atinge nível de alerta em Colatina, no Noroeste do ES

Quase mil pessoas no estado foram prejudicadas por conta das chuvas.
Segundo Defesa Civil, 343 pessoas estão desalojadas no Espírito Santo.

O Rio Doce, que corta cidades do Norte e Noroeste do Espírito Santo, atingiu a marca de pouco mais de cinco metros de profundidade nesta quarta-feira (30), em Colatina, considerado nível de alerta. Por medida de segurança, famílias que moram à beira do rio começaram a deixar a casas.

De acordo com o coordenador da Defesa Civil de Colatina, Valmir Gonzaga, o período de chuvas deve continuar. “Pedimos que as pessoas fiquem atentas, principalmente as que moram próximas ao rio e no período da tarde. Podem procurar a Defesa Civil ou os bombeiros, que estão de plantão para ajudar”, explicou.

Em Linhares, o nível do rio chegou a quatro metros de profundidade. Com a chegada da época de chuvas intensas, esse volume pode subir mais, já que a previsão é de que chova 40% a mais que nos anos anteriores.

Nesta quarta-feira, a Defesa Civil Estadual divulgou números gerais de danos e prejuízos provocados pelas chuvas dos últimos dias no estado. Nos dados registrados, há informações recolhidas até esta quarta-feira (30). Quase mil pessoas foram prejudicadas pelas consequências das chuvas.

Continua depois da Publicidade

Powered by WP Bannerize

Na Grande Vitória, existem registros de alagamento de ruas e casas, queda de muro e casas, deslizamentos de encostas, envolvendo os municípios de Vitória, Cariacica, Vila Velha e Serra, que resultaram em 28 pessoas desalojadas.

A situação de maior relevância ocorreu no interior do estado, no município de Barra de São Francisco, onde devido ao risco de deslizamento de uma encosta, nos Bairros Estrela e Cruzeiro, cerca de 50 famílias precisaram ser removidas de suas casas. De acordo com a notificação preliminar da Defesa Civil municipal, no total são 300 pessoas desalojadas, 18 desabrigadas e 600 afetadas. Também constam 10 edificações danificadas.

Nesta terça-feira (29), durante vistoria em uma residência no bairro Alto Consolação, houve o desabamento da edificação ferindo duas técnicas da Defesa Civil que avaliavam o local. Elas foram socorridas e tiveram ferimentos leves. Os moradores da residência serão levados para um abrigo da prefeitura. Nesta quarta-feira (30), houve queda de muro no bairro Cruzamento.

Dados gerais
No relatório consta que 59 pessoas estão desabrigadas e 343 estão desalojadas, em todo o Espírito Santo. A chuva prejudicou 959 pessoas de alguma forma.

Dezoito bairros ou distritos foram atingidos e duas pessoas acabaram feridas, na capital, por conta de acidentes em consequencia das fortes precipitações. Setenta edificações ficaram danificadas ou destruídas, sendo que 55 dessas pertencem ao município de São Domingos do Norte, no Norte do Espírito Santo.