Quer parar de fumar? Saiba onde procurar ajuda na Grande Vitória!

O tabagismo é uma das principais causas de morte no Brasil e no mundo. Estima-se que no país ocorram 200 mil falecimentos por ano, em consequência do cigarro. Os males causados pelo hábito de fumar incluem câncer de pulmão, doença coronariana, doença pulmonar obstrutiva crônica, e doença cérebro-vascular.

Nesta quinta-feira (31) é comemorado o Dia Mundial Contra o Tabaco. Na Grande Vitória, algumas prefeituras organizaram ações de conscientização com o objetivo de alertar que consome o cigarro e ajudar aqueles que pretendem largar o vício.

Serra

No Dia Mundial sem Tabaco, comemorado nesta quinta-feira, dia 31, a Secretaria de Saúde da Serra abre 60 vagas para tratamento na Unidade Regional de Saúde de Novo Horizonte. As inscrições estarão abertas neste dia e vão ocorrer em quatro regionais: Novo Horizonte, Serra-Sede, Feu Rosa, Boa Vista, onde serão realizadas ações educativas, das 8 às 17 horas, com abordagem e aplicação de teste nos moradores da Serra para detectar o grau de dependência do cigarro.

A Prefeitura da Serra possui duas unidades de saúde de referência para tratamento contra o tabagismo: as regionais de Novo Horizonte e Serra Dourada. No momento, apenas Novo Horizonte abrirá vagas para formação de nova turma.

O tratamento também dispõe de medicação específica para auxiliar no período de adaptação sem o cigarro, como por exemplo, adesivos de reposição de nicotina, goma de mascar e comprimido que age no controle da ansiedade. Antes de inserir a medicação no tratamento, o paciente passa por uma entrevista social, avaliação clínica com teste do nível de dependência.

Vila Velha

O Dia Mundial Sem Tabaco, comemorado no dia 31 de Maio, não vai passar em branco em Vila Velha. O Programa de Combate ao Tabagismo da Secretaria Municipal de Saúde vai realizar um grande evento na Praia de Itapoã, cujo tema é “Fumar: faz mal para você e faz mal pro planeta”. Haverá testes para medir a função pulmonar para quem é fumante acima de 45 anos e utilização do monoxímetro, equipamento que verifica a quantidade de monóxido de carbono no organismo.

Profissionais de saúde vão medir os níveis de açúcar e a pressão arterial. Haverá ainda mesa de frutas e distribuição de material educativo. Quem deseja parar de fumar poderá ingressar nos grupos que atuam nas Unidades de Saúde do município.

O Programa de Combate ao Tabagismo assiste pessoas que desejam abandonar o cigarro. Para isso, os usuários assistidos pelo Programa são divididos em grupos que são acompanhados por uma equipe multidisciplinar, composta por médico, psicólogo, enfermeira e assistente social.

Para o acompanhamento efetivo dos usuários, são realizadas quatro sessões por mês e, dependendo do caso, é recomendado o uso de medicamento para auxiliar à terapia de grupo. Já o apoio do grupo e a presença do psicólogo são importantes para que as verdadeiras causas que levam ao hábito de fumar sejam identificadas e tratadas em suas raízes. Nesse caso, é preciso uma mudança comportamental muito mais do que o simples uso do medicamento.

Depois do prazo de um mês, os participantes que conseguem abandonar o cigarro são acompanhados por mais dois anos. De acordo com as estatísticas do Programa de Combate ao Tabagismo de Vila Velha, o índice de reincidência ao vício é de 30%. Para participar, é preciso se cadastrar ao Programa é aguardar a formação de novos grupos, que funcionam em Vila Nova, Araçás, Ulisses Guimarães, Terra Vermelha, Vale Encantado e Ponta da Fruta.

Continua depois da Publicidade

Powered by WP Bannerize

Programa de Combate ao Tabagismo – 3388-4185 / 3388-4186

Cariacica

No Dia Mundial sem Tabaco, a Unidade de Saúde de Jardim América, referência no tratamento contra o tabagismo em Cariacica, realiza uma programação diferente para os pacientes atendidos pelo programa e também para quem for a unidade em busca de outros atendimentos.

Para marcar a data, durante toda a manhã, será realizada uma panfletagem com conscientização sobre a importância de parar de fumar, além de uma mostra com trabalhos das pessoas que largaram o vício, após receberem ajuda no grupo de atividades.

No ano passado, 1.653 pessoas foram atendidas nas unidades do município, dentro do Programa contra Tabagismo. Este ano, a Organização Mundial da Saúde (OMS) trabalha com o tema: “Fumar: faz mal, pra você e pro planeta”. Nesta perspectiva, todos os pacientes que estiverem na unidade nesta quinta-feira serão lembrados da importância de se ter um ambiente mais saudável sem o cigarro.

Os profissionais também estarão à disposição para a formação de novos grupos, para início do tratamento.

Premiação

Na ocasião, também serão entregues medalhas para quem tanto se esforçou e coseguiu após este trabalho, deixar o cigarro de lado.

Outras unidades

O atendimento para fumantes que queiram deixar o cigarro, já é oferecido na rede de saúde do município, desde 2004. A partir daí os serviços foram estendidos para outras unidades e os programas ampliados.

Além da US de Jardim América, as unidades de Jardim Botânico, Mucuri, Alice Coutinho, Cariacica-Sede, além do Centro de Referências DST/ AIDS que fica em Campo Grande, também desenvolvem trabalhos contra o tabagismo no município.

Para realizar o tratamento, basta que a pessoa se dirija a unidade que atende a sua região. Chegando lá, os devidos procedimentos serão realizados, incluindo acompanhamento de assistentes sociais, palestras motivacionais e a administração da medicação que mais for conveniente mediante o grau de dependência de cada pessoa.

Vitória

A Secretaria Municipal de Saúde realiza atividades de orientação e conscientização da população sobre os prejuízos que o uso do tabaco causa à saúde. As ações são voltadas para a educação em saúde e também ao acolhimento, tratamento e acompanhamento dos usuários de tabaco.

No tocante às ações educativas, são promovidas palestras, principalmente nas unidades de saúde; orientações individuais; exibição de vídeos; demonstrações dos efeitos do alcatrão no organismo; campanhas eventuais, como caminhadas, entre outras atividades.

A Prefeitura oferece tratamento para quem deseja deixar de fumar, com acompanhamento de equipe multidisciplinar. São duas abordagens diferentes: a básica e a intensiva. O paciente recebe apoio medicamentoso, que é realizado por meio de goma de mascar e adesivos de nicotina e bupopriona (medicamento via oral). As unidades de saúde organizam também grupos de apoio terapêutico ao tabagista, espaços para troca de experiências entre pessoas que desejam parar de fumar.

Para acessar o tratamento, o fumante deve procurar a unidade de saúde que atende ao seu bairro. As equipes das unidades fazem a avaliação do usuário e, quando necessário, realizam o encaminhamento para o tratamento intensivo, oferecido nos seguintes serviços:

Centro de Prevenção e Tratamento de Toxicômanos (CPTT)

Unidades de saúde de Consolação, Forte São João, Bairro República, Grande Vitória, Santa Teresa, Fonte Grande, Jardim Camburi, Jardim da Penha, Jesus de Nazareth, Maria Ortiz, Maruípe, Praia do Suá, Santa Luiza, Santo André e Vitória;
Hospital da Polícia Militar.