Presos mais dois suspeitos de atentado à família em Barra de São Francisco

Foram presos na manhã desta quinta-feira (28) mais dois suspeitos de terem participado do atentado a uma família ocorrido no último dia 20, em Barra de São Francisco, em que uma pessoa foi morta e duas ficaram feridas. Trata-se de Fabiano Cipriano Arcanjo, o “Zói”, 24 anos, e José Avelino Arcanjo, o “Zezão”, 55. Mário Sérgio da Cruz Kaiser, 18 anos, acusado de envolvimento, foi detido no dia do crime.

A operação foi realizada em conjunto por policiais civis e militares em cumprimento a mandados de prisão. Fabiano foi preso no Centro do município. Apontado como mentor dos crimes, José Avelino foi detido na casa dele, no Córrego do Itá.

Continua depois da Publicidade

Powered by WP Bannerize

O atentado aconteceu por volta de 16h30, nas proximidades da localidade de Três Vendas, distrito de Vila Paulista. Carla Adriana estava com o marido, o filho de 12 anos e o sogro em um Gol, quando um outro carro emparelhou e o carona atirou. A mulher foi baleada e morreu dentro do carro. O marido, Antônio Maroto, e o enteado dele, ficaram gravemente feridos.

Cerca de 40 minutos depois, no mesmo dia, também foi morto Moisés Conceição Arcanjo. Ele teria sido assassinado em represália ao atentado à família Maroto. Na ocasião, os suspeitos foram identificados pela polícia como Agnaldo Maroto, irmão de Antônio, e Cleomar Machado.

“A polícia continuará diligenciando no sentido de desvendar os crimes que vêm ocorrendo e que, segundo indícios, retratam uma ‘guerra’ entre as famílias Maroto e Arcanjo, cuja disputa já vitimou várias pessoas. O objetivo é identificar os culpados e prendê-los”, informou o comandante do 11º Batalhão da Polícia Militar, tenente-coronel Nathanael Fagundes. Qualquer informação pode ser passada para a polícia pelos telefones 190 ou 181, ou através das urnas interativas.