Prefeito de Mantenópolis exonera secretariado. Câmara instaura CPI

O prefeito em exercício de Mantenópolis Maurício Alves (PSB), o Maurício da Farmácia exonerou nesta quarta feira, 14 de fevereiro, todos os sete secretários da administração petista do prefeito afastado Eduardo Carneiro. Até o final da tarde desta terça, os nomes dos novos administradores públicos estavam sendo analisados conforme as indicações dos partidos visando formar a base aliada na Câmara dos Vereadores, além de consolidar a fase de transição.

Alguns secretários ja foram nomeados . João Alves Fabretti Júnior ,  na pasta de Administração e Recursos Humanos e Teresinha Gonçalves Santa Clara que responderá pela Secretaria de Educação de Mantenópolis.

Continua depois da Publicidade

Powered by WP Bannerize

Maurício da Farmácia foi empossado numa sessão-relâmpago na Câmara dos Vereadores na mesma noite do afastamento de Carneiro pelo Tribunal de Justiça do Espírito Santo (TJES), no último dia 8. “A proposta é formar um gabinete de consenso”, disse João Alves. O presidente da Câmara dos Vereadores de Mantenópolis Raul Duarte (PPS) disse ontem convocou uma sessão extraordinária na quinta, 23 após o Carnaval para instalação da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) visando apurar as supostas fraudes apontadas pela Justiça.

“E dever do legislativo verificar as informações e documentos da Justiça que resultaram no afastamento do ex-prefeito. Não que duvidamos da Justiça, mas temos que nos cientificar dos fatos”, disse Raul Duarte. Na segunda, 13, o prefeito afastado Eduardo Carneiro teve seu pedido de liminar de habeas corpus indeferido pelo Superior Tribunal de Justiça (STF). O petista é acusado pelo Ministério Público (MPES) de supostas fraude em licitações e concurso público, e falsificação de documentos. Carneiro não foi localizado na noite de ontem para comentar o assunto.