Prédios desabam no Centro do Rio de Janeiro


Três prédios desabaram na noite desta quarta-feira (25), na Avenida Treze de Maio, Cinelândia, no centro do Rio. Um prédio de dez, outro de 20 e um terceiro de quatro andares andares. Segundo o Corpo de Bombeiros, antes do desabamento teria havido uma explosão. A Defesa Civil informou que há vítimas, mas não se sabe o número, e possivelmente pessoas ainda presas no interior do edifício. Testemunhas relatam um forte cheiro de gás na região. O Corpo de Bombeiros não confirma que um terceiro prédio, de quatro andares, tenha desabado.

A Secretaria de Saúde do Estado disse ter colocado todos os hospitais em alerta para receber possíveis vítimas. As unidades de socorro mais próximas são as Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) da Tijuca e Botafogo e o Hospital Souza Aguiar. Por causa do desabamento, uma densa nuvem de cinzas tomou conta das vias próximas, como as avenidas Rio Branco e Almirante Barroso.

A área, próxima à sede da Petrobrás, do BNDES e do Teatro Municipal, está isolada. A Light informou que uma equipe está no local para desligar a energia nos arredores dos prédios para evitar incêndios. O pedido foi feito pela prefeitura. Agentes do Corpo de Bombeiros, Defesa Civil, Polícia Militar, CET-Rio e Guarda Municipal estão no local. A área está isolada e o Centro de Operações da prefeitura recomenda aos motoristas que evitem trafegar pela região da Cinelândia, Carioca e Rio Branco para não atrapalhar os trabalhos dos Bombeiros e Defesa Civil.

Continua depois da Publicidade

Powered by WP Bannerize

Foram fechadas quatro estações do Metrô. As estações são: Presidente Vargas, Uruguaiana, Carioca e Cinelândia. Devido a isso, a linha 1 opera de Ipanema/General Osório a Glória e de Saens Peña a Central e a linha 2 opera de Pavuna a Estácio. As linhas de ônibus 180 e 184, que passam pelo metrô do Largo do Machado até a Central, estão sendo reforçadas por causa do fechamento das estações do metrô. A Avenida Almirante Barroso, entre a Rua Senador Dantas e Avenida Rio Branco, está interditada em ambos os sentidos.

Dois fiscais do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (Crea-RJ) estão na Avenida Treze de Maio acompanhando os trabalhos das equipes que estão no local com o objetivo de buscar as primeiras informações para detectar as causas do desabamento do edifício. Nesta quinta-feira, 26, a partir das 9 horas, o presidente da Comissão de Análise e Prevenção de Acidentes (CAPA), Luiz Antonio Cosenza, estará no local para dar prosseguimento aos trabalhos.

Quatro são retirados dos escombros

Quatro feridos já foram resgatados e levados para o Hospital Souza Aguiar, no centro da cidade. Uma mulher de 30 anos com ferimento na cabeça foi encaminhada para o centro cirúrgico. Um homem de 37 anos teve trauma abdominal e está em observação. Entre os feridos estaria também o zelador do prédio de dez andares e um operário que trabalhava na obra do prédio de 18 pavimentos, que estava dentro do elevador. Cães farejadores buscam por mais vítimas. O trabalho do Corpo de Bombeiros vai se estender pela madrugada.

Com informações da Agência Estado