Por suposta traição, marido atira contra a mulher e comete suicídio

Um casamento de 16 anos teve um desfecho trágico na tarde desta terça-feira (7) no distrito de Córrego Farias, na zona rural de Linhares. Após discussão motivada por uma suposta traição, o comerciante José Everaldo Tolentino Belém, 39 anos, atirou duas vezes contra a esposa, a coordenadora escolar Luana Rodrigues Miranda de Belém, 32, dentro do bar que eles tomavam conta.

Continua depois da Publicidade

Powered by WP Bannerize

José Everaldo ainda tentou fugir de carro, mas cerca de 100 metros depois do barzinho, ele cometeu suicídio. Ao lado do corpo de José Everaldo, estava um revólver calibre 38 utilizado para atirar na mulher e cometer suicídio. Ele teria simplesmente parado o Ford Escort – placa LJD 2444 -, saído do veículo e disparado um tiro contra o próprio ouvido.

Segundo funcionárias do posto de saúde da localidade, Luana foi atingida no direito do peito e no ombro esquerdo. Ela foi socorrida e levada para o Hospital Rio Doce, em Linhares, onde estaria em estado grave, em cirurgia.

O irmão de José Everaldo, José Roberto Belém, 44, contou que o irmão teria recebido uma mensagem de celular há cerca de uma semana, que dizia que Luana estaria traindo ele. “Eles brigaram e estavam separados desde quinta-feira. Agora, essa tragédia. O casal tem uma filha adolescente, de apenas 15 anos de idade”, disse.

Belém contou ainda que o casal era morador da cidade de Sooretama e tomavam conta do bar no distrito. O corpo de José Everaldo foi levado para o Serviço Médico Legal (SML) de Linhares.