POLITICA DO PÃO E CIRCO NO BRASIL

Pao e Circo - CANAL DO EDUCADORO povo romano viveu uma fase da história conhecida como a política do pão e circo. No tempo do império romano este foi um fato que dominou a idade média. Hoje pode ser comparada com a realidade do povo brasileiro.

Com o crescimento exagerado da população gerava graves consequências sociais, como falta de trabalho, uma forma de prevenir que a população se revoltasse criou o que foi denominado de politica do pão e do circo. A grande maioria da população vivia na miséria, sustentando uma maioria que viviam no mais alto luxo e conforto.

Está politica consistia em uma forma criada pelo império para ocupar o povo por meio da distração. Assim o povo ocupado não iria atrás de provocar revoltas e desordem. Uma das distrações do povo Romano eram os espetáculos de gladiadores nos estádios da época, eventos que atraiam a atenção de todos e eram distribuídos alimentos como trigo e o pão.

Continua depois da Publicidade

Powered by WP Bannerize

Assim, o império atingia seus objetivos, de um lado o povo alimentado e distraído, e do outro um governo opressor.

O Brasil também tem sua politica do pão e do circo chamado carnaval e futebol (política de distração) para ocultar os vários problemas como a diferenças sociais, pobreza, mortalidade infantil, subemprego e condições severas de sobrevivência e muitos outros problemas graves.

A população aqui no Brasil soltam seus gritos quando seu time marca um gol ou durante a farra nos dias de carnaval. Durante estes eventos o povo deixa seus problemas do dia a dia esquecendo até mesmo das condições precárias em que vive.

Embora hoje existam outras formas de distração para o povo brasileiro, como exemplo as novelas, internet, loterias, bolsa família, nem uma têm tanto efeito como o futebol e o carnaval para distrair o povo.

Em resumo o carnaval e o futebol representam a politica do “pão e do circo” encarnada na população brasileira.