Policial executa a mãe a tiros e se mata no meio da rua em Alegre

Uma tragédia familiar aconteceu no início da noite de ontem em Rive, distrito do município de Alegre, na região do Caparaó. Um policial militar matou a mãe a tiros no meio da rua e se matou em seguida.

De acordo com informações de testemunhas, tudo começou quando o soldado Thiago da Silva Biana, 25 anos, foi ao bairro São Bartolomeu buscar a namorada. A mãe dele, Luiza Marilak da Silva Biana (a idade dela não foi informada) estava em um bar na localidade. Quando Tiago chegou, viu a mãe discutindo com a dona do estabelecimento e uma outra mulher.

Continua depois da Publicidade

Powered by WP Bannerize

Ainda segundo o relato de testemunhas, o policial começou a discutir com a mãe, se descontrolou e acabou disparando vários tiros contra ela. Luiza Marilak morreu no local. Ao perceber que ela estava morta, Thiago imediatamente deu um tiro no ouvido e também faleceu no meio da rua.
perícia

Ao todo, sete cápsulas de bala foram encontradas no chão. A perícia só chegou ao local por volta das 20h. Os corpos foram levados para o Departamento Médico Legal de Cachoeiro de Itapemirim.

Segundo informações da Polícia Militar do município de Alegre, Thiago Biana morava em Rive, mas atuava em Castelo, função que exercia havia dois anos. Ele também era estudante de Direito de uma faculdade de Cachoeiro de Itapemirim e morava sozinho com a mãe. De acordo com informações de vizinhos, os parentes dos dois moram no Rio de Janeiro.