PM age rápido e prende assassinos do Oficial de Justiça Ronald Alves, em Barra de São Francisco

rony-cabecaoA Policia Militar de Barra de São Francisco agiu rápido e prendeu os assassinos do Oficial de Justiça Ronald Alves da Fonseca e Silva, morto na manhã desta quarta-feira, 17 de dezembro de 2014, no bairro Campo Novo, em Barra de São Francisco.

De acordo com a polícia, os bandidos que estavam em uma moto roubada. Eles chegaram ao bar onde Ronald estava e efetuaram três disparos, acertando o Oficial de Justiça na cabeça.

Eles foram foram encaminhados para a delegacia de Polícia Civil de Barra de São Francisco, onde serão ouvidos pelo delegado e em seguida conduzidos para o CDP – Centro de Detenção Provisória, em São Domingos do Norte.

Os nomes e fotos dos assassinos você vê logo mais aqui no SiteBarra

Como tudo aconteceu

Segundo informações a vítima era oficial de justiça, Ronald Alves da Fonseca e Silva, morava em Mantena-MG e era conhecido como Rony Cabeção. O motivo do crime ainda não foi divulgado.

O crime

DSC09974O oficial de justiça da Comarca de Mantena – MG, Ronald Alves da Fonseca e Silva, 55 anos, foi assinado com disparos de arma de fogo na manhã desta quarta-feira, 17 de dezembro de 2014, no bairro Campo Novo em Barra de São Francisco.

Continua depois da Publicidade

Powered by WP Bannerize

Segundo informações o oficial estava sentado em uma cadeira ingerindo bebida alcoólica no Bar do Tião no bairro, quando um desconhecido utilizando de uma motocicleta adentrou no bar e efetuou três disparos de arma de fogo contra a vítima.

Ronald foi socorrido pela Polícia ainda com vida, mas ao dar entrada no Pronto Socorro do Hospital Drᵃ Rita de Cássia, Ronald não resistiu aos ferimentos e veio a óbito.

A Polícia Militar colheu informações e buscas estão sendo feitas na tentativa de se localizar o autor do crime. A Polícia Civil vai investigar o caso.

Preso embrigado

Em setembro deste ano, Rony foi preso e se identificou como oficial de justiça, em Mantena, ao ser flagrado dirigindo embriagado.

Conforme informações do boletim de ocorrência, durante uma fiscalização na MG-381, o homem identificado pelas iniciais foi flagrado conduzindo uma caminhonete Hilux, de cor prata. Ao constatar que o motorista apresentava direção perigosa, ele foi interceptado na altura do Km 1 da rodovia.

O suspeito até tentou realizar o testo do bafômetro, mas devido ao alto nível de embriaguez ele não conseguiu soprar o equipamento, segundo a Polícia Militar Rodoviária (PMRv). A carteira de habilitação do motorista foi apreendida e ele encaminhado para a Delegacia de Plantão de Polícia Civil do município. No local, o suspeito deitou no chão, rolou de um lado para o outro e desacatou os militares.

 DSC09973DSC09975