Pedreiro que era acusado de assassinato é morto com golpes de foice por encapuzados

Um crime bárbaro assustou o distrito de Bebedouro, em Linhares, por volta das 20h desta terça-feira (01). Cinco homens encapuzados invadiram uma casa e mataram o pedreiro Mauri Neto, 46 anos, com mais de 30 golpes de foice. O crime aconteceu na Rua Aldrojan Loyola de Alencar, no Loteamento Toim Rodrigues. A PM fez buscas mas ninguém foi preso ainda.

De acordo com a Polícia Militar, Mauri já estava deitado quando a porta da casa dele foi arrombada por cinco homens encapuzados e com foices em punho. O pedreiro esquivou-se dos assassinos e escondeu-se no banheiro, mas a porta do cômodo foi arrombada pelos bandidos, que efetuaram mais de 30 golpes, principalmente, na cabeça e costas de Mauri. Ele morreu no local.

Continua depois da Publicidade

Powered by WP Bannerize

Após o assassinato, os homens fugiram da casa e deixaram duas foices para trás. A mulher do pedreiro – que não foi ferida – não soube informar sobre possíveis suspeitos, já que os assassinos estavam encapuzados. A Polícia Militar fez buscas mas não conseguiu prender ninguém. O corpo da vítima foi levado para o Serviço Médico Legal (SML) de Linhares.

Acusado de homicídio

Mauri Neto havia sido preso em setembro do ano passado pelo homicídio de Marcelo Coutinho Ribeiro, 19, ocorrido em julho no distrito de Bebedouro. O motivo, conforme as investigações da Polícia Civil, seria uma dívida de apenas R$ 10,00.