Morre jovem queimado por comparsas

O adolescente de 16 anos, que foi amarrado e queimado vivo na última quinta-feira, morreu nesta segunda (12). O corpo dele foi velado em uma igreja de Vila Kennedy, em Baixo Guandu, no Noroeste do Estado, e enterrado no cemitério da cidade, por volta das 10 horas desta terça-feira.

Continua depois da Publicidade

Powered by WP Bannerize

O garoto estava internado no Hospital Dório Silva, na Serra, desde o dia do crime. Para polícia, o adolescente teria participado de um assalto a um posto de combustível com outros dois rapazes.

Eles teriam roubado cerca de R$ 700,00. Só que na hora da partilha, a vítima teria sumido com dinheiro, causando revolta nos comparsas.  Os três acusados amarraram o jovem em um poste, jogaram gasolina e atearam fogo nele, no bairro Santa Mônica.

A família nega que o garoto teria participação no roubo. A avó acredita que ele deve ter “dedurado” os assaltantes, e por isso, foi torturado.