Ministério Público pede cassação do governador eleito por Minas Fernando Pimentel

urlEleito governador de Minas Gerais para os próximos quatro anos, a partir de 2015, Fernando Pimentel (PT) pode ter o diploma cassado a pedido da Procuradoria Regional Eleitoral em Minas Gerais (PRE-MG). O mesmo vale para o vice da chapa, Antônio Andrade (PMDB).

Continua depois da Publicidade

Powered by WP Bannerize

O pedido é do procurador regional eleitoral Patrick Andrade, que quer ainda a decretação de inelegibilidade dos eleitos. Conforme a ação, “a campanha de Fernando Pimentel e Antônio Andrade foi ilicitamente impulsionada por inaceitável abuso de poder econômico”, evidenciado “pela superação do limite de gastos e por adoção de um método dúbio de realização de despesas”.

A prestação de contas da campanha petista em Minas não foi aprovada pelo Tribunal Regional Eleitoral, o que serve de fundamento para a ação da procuradoria.

A assessoria de Fernando Pimentel foi procurada pela Itatiaia, mas ainda não se manifestou sobre o caso.