Mesmo preso, Reginaldo Quinta é lançado candidato à reeleição em Presidente Kennedy

O prefeito de Presidente Kennedy, Reginaldo Quinta (PTB), que está preso desde o dia 19 de abril, é candidato a reeleição. Mesmo detido, a candidatura de Quinta foi registrada na Justiça Eleitoral. Ele terá como vice Léo da Cultura, também do PTB. O prefeito declarou um patrimônio de 147 mil reais. Outros três candidatos estão na disputa pela prefeitura de Kennedy.

A coligação de Reginaldo Quinta – Progresso com Justiça Social – tem como partidos coligados o PRB / PP / PTB / DEM / PHS e PV. O prefeito estimou um gasto de campanha no valor de R$ 2 milhões. Disputam ainda a prefeitura da cidade os candidatos Aluízio Corrêa (PR), Dionatan Cordeiro (PPL) e Jorgian Porto (PMN).

Continua depois da Publicidade

Powered by WP Bannerize

O prefeito foi preso pela Polícia Federal durante a operação Lee Oswald. Na ocasião, a Justiça determinou ainda o afastamento de quatro vereadores. Destes, três vão tentar se reeleger para a Câmara de Kennedy: Dorley Fontão (PV), Clarindo Fernandes (PDT) e Vera Lúcia Terra (PTB).

As investigações da polícia e do Ministério Público apontam que Reginaldo dos Santos Quinta seria o líder da quadrilha que fraudava licitações no município.

Intervenção é aprovada no município

Os desembargadores do Tribunal de Justiça do Espírito Santo (TJES) aprovaram por 20 votos a um o pedido de intervenção no município de Presidente Kennedy, no Sul do Espírito Santo, conforme pedido do Ministério Público Estadual (MPES). O cumprimento da decisão do TJES seguirá os termos previstos no artigo 31 da Constituição Estadual, de acordo com o Judiciário.

Após a decisão da Justiça, conforme a legislação estadual, basta um decreto do governador Renato Casagrande (PSB)