Menina estuprada pelo padrasto em Alto Rio novo não está grávida

A menina de 10 anos que foi estuprada pelo padrasto foi submetida a exame, nessa quinta-feira (23), e ficou constatado que ela não está grávida. O caso aconteceu em Alto Rio Novo, Noroeste do Estado, mas a garota está em um abrigo para menores em Mantenópolis. Além do abuso sexual, a mãe e a menina sofreram uma tentativa de homicídio no dia 8 de fevereiro.

Continua depois da Publicidade

Powered by WP Bannerize

Mãe e filha prestaram depoimento na Delegacia de Alto Rio Novo sobre a tentativa de homicídio, e a mãe acabou revelando os abusos, que ela tinha descoberto a pouco tempo.

A menina foi submetida ao exame de conjunção carnal e, segundo o escrivão Théo Zacché, e o laudo está confuso, mas declara que a menina é virgem. Mesmo assim a polícia pediu que o exame de gravidez fosse feito na garota.

Conforme Zacché, tudo indica que a menina sofreu abusos sexuais. “O fato de ela ser virgem, não descarta o estupro, que pode ter ocorrido de outras maneiras”, detalhou.