Luta por royalties “é uma guerra de Davi contra Golias”, diz o senador Marcelo Crivella

Eu quero dizer a vocês que lá em Brasília isso (disputa pelos royalties de petróleo) é uma guerra de Davi contra Golias. Porque são o Espírito Santo e o Rio de Janeiro contra o Brasil inteiro. No entanto, Deus não está com Golias está com Davi”.

A passagem bíblica que remete à luta entre o gigante e o homem comum foi lembrada pelo senador Marcelo Crivella (PRB-RJ) para mostrar a desigualdade na luta entre os Estados produtores de petróleo contra os que nada produzem de óleo mas querem ganhar mais na divisão dos royalties.

Continua depois da Publicidade

Powered by WP Bannerize

Ele dividiu o palco com o senador Magno Malta (PR-ES) na noite desta segunda-feira (28), durante o show de música em defesa dos royalties de petróleo, no Parque da Prainha, em Vila Velha. Mais de 100 pessoas trabalharam na programação que envolveu cantores locais e nacionais, além de políticos capixabas e parlamentares de Brasília. O evento, marcado para às 19h, começou com 15 minutos de atraso e debaixo de chuva. A estimativa do comante do policiamento no local, capitão Menezes, é que 4 mil pessoas compareceram ao show. Entre o público presente, muitas famílias e casais.
O governador Renato Casagrande (PSB) chegou por volta das 20h40, na companhia de assessores e seguranças do Palácio Anchieta. Casagrande reforçou o discurso referente a compensação e ressarcimento na exploração do óleo, dizendo que é necessário atrasar a votação na Câmara do projeto do senador Vital do Rêgo (PMDB-PB) que muda as regras de distribuição dos royalties provenientes da exploração de petróleo.

O governador lembrou ainda da nova lei do ICMS, que tramita em Brasília, e que pode por fim ao Fundo de Desenvolvimento das Atividades Portuárias (Fundap). “Queremos que essa votação do ICMS também fique para o próximo ano, assim como na questão dos royalties. É impossível mudar uma regra tributária de uma hora para outra e de forma abrupta. Isso desconsidera todo um planejamento feito pelo Governo do Estado”, declarou.

Não foram registradas caravanas de capixabas do interior do Estado, como na primeira manifestação em defesa dos royalties realizada no dia 10 deste mês, na Praça dos Namorados, em Vitória. A Guarda Municipal disponibilizou 10 agentes de trânsito para atuarem no torno da Prainha. A Polícia Militar colocou 80 policiais para garantir a segurança no local.

fonte-gazetaonline