Lupi vai ao Senado prestar esclarecimentos sobre uso de jatinho em viagem

Depois de dar explicações à presidente Dilma Rousseff (PT) e ao seu partido, o PDT, o  ministro do Trabalho, Carlos Lupi, vai nesta quinta-feira (17), pela manhã, à Comissão de Assuntos Sociais do Senado. Lupi nega ter viajado em um jatinho particular providenciado pelo empresário Adair Meira, dono de organizações não governamentais (ONGs) que têm contratos com o Ministério do Trabalho.

O caso de Lupi também será tema de uma reunião extraordinária das bancadas do PDT na Câmara e no Senado e da Executiva Nacional do partido ainda nesta quinta. “Queremos saber se ele deve ou não continuar à frente do ministério”, disse o presidente em exercício do PDT, deputado André Figueiredo (CE). Ontem (16), Figueiredo conversou com Lupi e reiterou sua confiança nele.

Continua depois da Publicidade

Powered by WP Bannerize

Na semana passada, durante audiência na Comissão de Fiscalização e Controle da Câmara,  Lupi  negou conhecer o empresário Meira e assegurou não ter viajado no jato executivo Air King, conforme publicação da revista Veja. Mas um vídeo divulgado na terça-feira (15), na página da revista na internet, mostra o ministro e o empresário desembarcando do jatinho.

Em entrevista à Agência Brasil, o presidente do diretório regional do PDT do Maranhão, Igor Lago, rebateu a informação divulgada por parte da imprensa de que o partido pagou transporte aéreo para a visita do ministro do Trabalho ao estado. “Encaminhamos a declaração de contas de 2009 ao presidente do partido [André Figueiredo]. Não há referência sobre isso. O PDT [do Maranhão] não pagou aluguel de aeronave”, ressaltou.