Justiça promove reunião para discutir situação do hospital de Mantenópolis

forum_matenopolis_400A justiça da comarca de Mantenópolis promoveu nesta quinta-feira (26), por volta das 14h15min uma reunião (Protocolo de intenções), relativo ao hospital nossa Senhora das Dores com entidades e seguimentos da cidade.

Um dos principais objetivos foi esclarecer sobre boatos do fechamento ou não do hospital.

Em sua fala, Dr. Menandro, Juiz de direito da comarca de Mantenópolis, esclareceu que o judiciário e o ministério Público não têm que apoiar nem trabalhar contra, como o ministério público, com a função de fiscalizar deve ter uma posição neutra, para exercer suas atribuições.

O juiz também esclareceu sobre a isenção que deve ter os representantes de poderes, citando exemplo de que não deve fazer referidas representantes em relação manifestações públicas.

Dr. Menandro afirmou  que, “  o poder judiciário não apóia e nem repudia as ações de qualquer representante, mas tão somente exerce sua jurisdição para julgar as causas que chegam para sua apreciação… que não existe qualquer manifestação ou apoio ou repúdio contra a abertura ou fechamento do hospital”.

Ao passar a fala para o promotor de justiça, Dr.  Izaias Antonio, disse que quando tomou posse como promotor de justiça fez compromisso do dever de cumprir e fazer cumprir as garantias contidas na constituição federal. Afirmou  que não é contra qualquer manifestação democrática. Disse que não trabalha e nem trabalhará em função de pressões de quem quer que seja. Disse que como sempre paltará como uma pessoa representante de órgão público, e cuidará da sua imagem falada na sociedade. Afirma que tem muito respeito por essa sociedade pela qual se trabalha. Parabenizou o Juiz, pelo tema de abertura de sua reunião, pois defendeu o interesse de uma sociedade que não pode ficar a mercê de uma sociedade de economicidade.

Em seguida o senhor Hidelbrando Neto, diz ter solicitado essa reunião, pois não partiu de sua pessoa esse movimento, narra sua chegada nessa cidade e do convite de assumir o cargo de Diretor do Hospital. Que o hospital foi reaberto em razão de uma Lei federal  que concedeu moratória dos débitos.   Que somente três entidades conseguiram esse beneficio no Estado do Espírito Santo. Tinha um prazo de 90 dias para reabrir o hospital senão voltaria o debito no valor de 4 milhões, afirmando que a entidade esta em moratória que não se sabe ainda como será feito esse pagamento.

Entre as falas, Dr. Izaias Antonio de Souza, disse ter uma proposta para o Município solucionar o problema da saúde publica do Município, dentro das condições deste município, de forma legal, impessoal, eficiência e com o hospital aberto, e que o fará no prazo de 10 dias. Disse ter conhecimento das autoridades que o prefeito procurou para solucionar o problema da saúde neste Município.

Continua depois da Publicidade

Powered by WP Bannerize

O prefeito Municipal parabenizou e agradeceu o juiz pela atitude de convocar essa reunião, após as falas se encerou a reunião.

Participarão da reunião, o Dr. Menandro Taufner, Juiz de direito, Dr. Izaias Antonio,  promotor de justiça, Dr. Claudio Angelo, Defensor publico, Reinaldo Capaz, presidente da câmara, Mauricio Alves, prefeito Municipal, Regino Miranda, Presidente da sociedade Beneficente São Vicente de Paula, Hildebrando Pinto, Diretor administrativo do hospital, Sandra, Secretaria de Saúde, Rui Dadavel, procurador do Município, advogados militantes na cidad, Euclides dos Santos, contador do Hospital e senhor Ronny Peterson, representando a radio local.

 

Confira abaixo na integra a ata da reunião.

 

reuniao hospital-01_356x480

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

reuniao hospital-02_357x480

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

reuniao hospital-03_357x480