Justiça fará mutirão para julgar processos de improbidade administrativa

O recesso na Justiça começa na próxima segunda-feira (19) e vai até o dia 09 de janeiro. Entretanto, um grupo de 93 juízes abriram mão da folga para trabalhar no período. A força tarefa foi montada para dar agilidade aos processos sobre pedofilia, pistolagem, corrupção, tortura e improbidade. As ações de improbidade, por sinal, serão as primeiras a serem analisadas.

O juiz auxiliar da presidência, Paulino José Lourenço, explicou que uma logística de trabalho está sendo montada. Um grupo extra de servidores será deslocado para varas da Fazenda. Os trabalhos vão acontecer no Tribunal de Justiça e nas varas da Fazenda de todas as comarcas do Estado.

Continua depois da Publicidade

Powered by WP Bannerize

Como isso vai funcionar: um grupo de magistrados e servidores vai priorizar os casos de improbidade administrativa que tramitam em todas as varas da Fazenda no Estado. Vamos localizar todos esses processos e dar a eles prioridade. Esse trabalho vai acontecer aqui no Tribunal e nas varas. Estamos montando essa logística”, explicou o juiz.

Atualmente há 746 processos de improbidade administrativa tramitando. Destes, 612 estão atrasados e 134 em dia. O juiz explicou que, aqueles que já estão prontos para sentença serão julgados imediatamente nos próximos dias.