Justiça condena prefeito de Nova Venécia por doação de terreno

O prefeito de Nova Venécia, Wilson Luiz Venturim, o Wilson Japonês (PP), foi condenado pela Justiça a perda da função pública, dos direitos políticos pelo prazo de três anos e multa em ação de improbidade administrativa.

Continua depois da Publicidade

Powered by WP Bannerize

Proposta pelo Ministério Público Estadual (MPES), a ação civil questionava a transferência, por parte do prefeito, de imóvel do município para a Empresa Capixaba de Ensino Pesquisa e Extensão (Univen). Japonês sancionou lei em que o município doava o terreno, no valor de R$ 1,25 milhão, à instituição de ensino.

Doação

Segundo o MPES, a área de 5,4 mil metros quadrados, localizada no polo industrial do município, foi doada a uma empresa do ramo da mineração que, posteriormente, hipotecou o terreno. Como não pagou a dívida, ela perdeu a posse da área para o credor. Para o MPES, a transação configurou “privatização do patrimônio público”.

O prefeito Wilson Japonês foi procurado pela reportagem, mas não retornou às ligações.