Juiz Anacleto Falci faz um Raio X do Judiciário na comarca de Mantena

Depois de muitos anos o Judiciário em Mantena volta a ser destaque na região. Com um trabalho dinâmico e uma atuação precisa à frente do Fórum da Comarca o Juiz de Direito Anacleto Falci falou ao site e Jornal Gazeta do Norte sobre este momento muito especial quando muitas ações estão sendo tomadas para que possa desafogar os quase 13 mil processos esperando julgamento. O Judiciário está através da transparência nas decisões e com o apoio da sociedade buscando a construção de dias melhores para a população da comarca e tudo isso vem fazendo a diferença.

Neste mês, por exemplo, foi a julgamento o réu que cometeu um crime atrás da rodoviária há um ano, o julgamento foi um acontecimento impar que mostrou a rapidez do Judiciário dando uma rápida resposta a sociedade. Anacleto Falci destacou o fato “Eu me sinto agradecido aos funcionários em primeiro lugar porque trabalharam com muita diligência, ao advogado que evitou qualquer forma expediente protelatórios, ao promotor que se manifestou dentro dos prazos previstos, enfim toda maquina Judiciária ela funcionou a contento o que se tornou possível à gente trazer este caso a julgamento aproximadamente dentro de um ano”.

O juiz falou ainda sobre números e a atual situação dos processos existentes na comarca esperando decisões do Judiciário “Hoje nós somos três juízes e dois Promotores de Justiça. Nós trabalhamos aproximadamente nas três varas com um total de 12.500 a 13.000 mil processos. É um acervo considerável principalmente pelo fato de que a comarca não é assim tão populosa onde nós temos aproximadamente 60 mil pessoas então eu considero que o numero de processos é alto”.

Sobre a forma que pretende diminuir estes processos com decisões e julgamentos ele disse: “Dentro do possível todos os três juízes estão trabalhando dia e noite para poder dar cabo a esta quantidade de processos. Agora nós somos seres humanos e nós não podemos fazer mais do que estamos fazendo. Gostaríamos, mas infelizmente a nossa condição não nos permite”.

Analisando as condições de trabalho existentes no fórum da Comarca Anacleto Falci foi taxativo: “O número de funcionários não é o adequado, a infra-estrutura do prédio e também a quantidade de computadores, por exemplo, não é suficiente para que todos os funcionários e que cada um tenha o seu computador para trabalhar. Tudo isso ajuda a atrasar, mas de uma forma geral nós estamos todos os três juízes temos conversado muito a este respeito e muito satisfeito com o trabalho que nos esta sendo possível realizar aqui na nossa Comarca”.

Continua depois da Publicidade

Powered by WP Bannerize

Na direção do fórum da Comarca muitos encargos são acumulados pelo juiz Anacleto Falci que além de julgar, despachar e fazer audiências tem atribuições como a Justiça Eleitoral, Justiça da Infância e Juventude com a Dr. Andréia, Vara de execuções penais com Dr. Túlio, entre outros.

O juiz falou da realização por parte do Judiciário da Justiça Itinerante “A Dr.Andréia vem capitaneando e fazendo um trabalho muito bonito e interessante que é levar a Justiça Itinerante a outras cidades da comarca que tem participado das audiências, ou seja, ela esta se deslocando para outras cidades como São Felix, Nova Belém, Itabirinha e Mendes Pimentel. Em setembro será a minha vez de ir até estas cidades e depois em outro Dr. Túlio também vai estar participando. Este é um trabalho muito bonito, mas de qualquer forma vai nos tirar muito prazo que nós poderíamos estar aqui na sede da comarca despachando e fazendo as nossas audiências”.

Falci ainda falou um pouco de outro trabalho que esta sendo acompanhado pelo Judiciário que é o da Apac “Dr. Túlio tem feito um bonito trabalho com a construção de um centro onde será possível recuperar o preso com mais liberdade para ele e com mais dignidade em termos de cidadania e de resgate da dignidade do preso. Este é um trabalho muito interessante. Neste mês de setembro Dr. Túlio receberá uma comitiva do Tribunal de Justiça e que já vai trazer novidades para nós com relação ao inicio da construção da Apac”.

O Diretor do Fórum ainda falou sobre o retorno da Guarda Mirim “Estamos desenvolvendo na cidade a retomada e o reerguimento da Guarda Mirim que eu acho também um trabalho muito interessante juntamente com a Polícia Militar e o Subtenente Gilmar e esperamos em Deus que estes trabalhos frutifiquem e que a comunidade fique satisfeita com a atuação do Judiciário”.

Finalizando a reportagem do site e Gazeta do Norte pediu ao entrevistado que deixasse uma mensagem especial do Poder Judiciário a toda população que faz parte da comarca: “A mensagem que eu deixo para os nossos concidadãos da comarca é que procurem participar mais ativamente da vida do Judiciário local. Venham assistir os júris. O júri é uma aula de cidadania, uma aula de vida na verdade principalmente o jovem que ainda não decidiu o que vai fazer da vida. Venham, quase todos os meses nós temos júris e aqui com certeza ele terá a oportunidade de conhecer esta belíssima instituição que é o julgamento do acusado pela própria sociedade. A sociedade de Mantena de uma forma geral tem se mostrado muito receptiva. Nós estamos aqui os três juízes e os dois promotores muito satisfeitos porque somos tratados com muita educação também procuramos tratar a todos com muita educação e esperamos que haja a união necessária e esta união tem de partir de todos os setores, inclusive da imprensa, do Clube dos Diretores Lojistas, da OAB, do Judiciário, do Ministério Público, da Câmara Municipal, dos prefeitos, enfim todos nós devemos ter em mente que somente através da união de todos os setores é que a nossa comarca poderá progredir”.