Homem paquera mulher acompanhada e é assassinado com três tiros

Mexer com a pessoa errada, na hora errada. Essa foi a motivação do assassinato de John Alves de Jesus, 25 anos, ocorrido por volta das 23h20 de quarta-feira (7), no bairro Parque Moscoso, em Vitória. Segundo testemunhas, a vítima estava em um bar da região e teria “se engraçado para cima da companheira de uma outra mulher”.

Uma das testemunhas disse que John teria chegado ao bar com um cachorro, o que teria atraído a atenção da jovem. A mulher teria se levantado da mesa onde estava e brincado com o animal, sem maiores intenções.“Ele sempre ficava mexendo com a mulher dos outros. Quando essa jovem brincou com o cachorro, o rapaz deve ter pensado que ela estava ‘dando mole’ para ele e mexeu com ela. E isso desagradou a companheira da jovem”, contou.

Ainda segundo a testemunha, a suspeita do crime teria saído do bar, dado a volta pela rua e, através de espaços vazios que existem na parede do estabelecimento, para ventilação, atirado três vezes nas costas de John, que ainda estava sentado numa das mesas.

Continua depois da Publicidade

Powered by WP Bannerize

“Quando ele foi baleado, ainda tentou fugir correndo, mas caiu a poucos metros do bar”, disse a testemunha. A autora dos disparos conseguiu fugir. “A polícia ficou na dúvida se quem tinha atirado era um homem. Mas o que acontece é que a pessoa que atirou é uma mulher, que usa os cabelos raspados e se veste como homem. Daí a confusão”, disse a testemunha.

John chegou a ser socorrido por policiais militares e levado para o Hospital São Lucas, onde faleceu na manhã desta quarta (08). Policiais da Delegacia de Crimes Contra a Vida (DCCV) de Vitória estavam atrás da acusada. Segundo o delegado Josemar Sperandio, imagens do crime podem ter sido captadas por câmeras de prédios das imediações. “Vamos tentar conseguir essas imagens, para ver se nos ajudam a chegar à suspeita”, disse ele.