Homem guardava 20 corpos em apartamento na Rússia

As autoridades acreditam que o historiador Anatoly Moskvin, 45, recolhia os corpos em cemitérios durante a noite

Policiais na Rússia prenderam um homem acusado de manter em seu apartamento pelo menos 20 cadáveres vestidos com roupas femininas.

As autoridades acreditam que o historiador Anatoly Moskvin, 45, recolhia os corpos em cemitérios durante a noite e os levava para o apartamento, segundo informou o jornal The Telegraph.

Continua depois da Publicidade

Powered by WP Bannerize

Fotos tiradas pela publicação lifenews.ru indicam que os restos mortais são todos pertencentes a mulheres que morreram entre 15 e 25 anos.


Moskvin, que fala 13 idiomas e é considerado um gênio, é bem conhecido localmente por seu fascínio com cemitérios, tendo visitado mais de 750 deles. Ele disse ter escrito um livro sobre os cemitérios da região, de acordo com a BNO notícias.

A polícia foi alertada para a acumulação de cadáveres humanos pelos pais de Moskvin, que vivem no apartamento com seu filho e descobriram os corpos ao voltarem de férias em sua casa de verão.