Homem desaparecido é encontrado morto em Colatina

O restaurador da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes), Renato Marianno Junior, desaparecido desde segunda-feira (12), foi encontrado morto por volta de 8h de ontem em Colatina, Noroeste do Estado. Segundo informações da Polícia Civil, o corpo dele estava boiando em uma lagoa de uma propriedade particular na localidade de Barra de São João Pequeno, interior do município.

Um funcionário da propriedade fazia o serviço de capina quando avistou o corpo. Pelo estado de decomposição, a polícia acredita que Renato tenha sido assassinado no domingo ou na segunda-feira. Ele foi atingido por duas facadas, uma no rosto e outra no peito. O corpo foi levado para o Serviço Médico Legal (SML) de Colatina e liberado na noite de ontem pelo irmão dele, Ewerton Luiz.

Continua depois da Publicidade

Powered by WP Bannerize

Segundo Ewerton, Renato havia comprado uma passagem de ônibus e partido sozinho da Rodoviária de Vitória em direção a Colatina, onde encontraria uma pessoa. De lá, explicou o familiar, eles seguiriam para o município de Baixo Guandu. Ewerton disse que o irmão era uma pessoa tranquila, querido pelos familiares e amigos. O desaparecimento repentino dele havia surpreendido a todos, pois o restaurador tinha por hábito avisar via redes sociais tudo o que costumava fazer.

O parente contou ter ligado para os dois celulares do desaparecido, mas nenhuma ligação tinha sido atendida. A Delegacia de Crimes Contra a Vida (DCCV) de Colatina já iniciou as investigações preliminares para definir qual será a linha a ser seguida para a identificação da autoria e da motivação do crime. A princípio, serão pedidas a quebra do sigilo de dados telefônicos e de informática para ver os contatos feitos pela vitima nas redes sociais. (gazetaonline)