Hartung “congela” o debate de 2012

Enquanto o ex-governador Paulo Hartung (PMDB) não confirma candidatura à Prefeitura de Vitória, o clima nos partidos adversários é de indefinição. Interlocutores do PMDB afirmam que o sentimento é positivo em relação à possibilidade de Hartung disputar, mas ponderam: este não é o momento certo, pois a prioridade é a defesa dos royalties.
A 10 meses das próximas eleições, a espera também é apontada como uma estratégia do partido para evitar que os adversários tracem caminhos com antecedência. E como acredita o presidente estadual do PMDB, deputado federal Lelo Coimbra, dois cenários distintos podem ser desenhados na eleição: um com a presença de Hartung e outro sem – o que confirma a forte influência do ex-governador.

Apesar de o presidente municipal do PT, Cacau Merçon, afirmar que desde maio o diretório do partido definiu por candidatura própria na Capital – tendo lançado a ministra da Secretaria de Políticas para as Mulheres, Iriny Lopes (PT) -, há divergências na sigla.

O prefeito de Vitória, João Coser (PT), defende que o PT apoie Hartung, caso ele se lançe mesmo na disputa. Para Coser, não é preciso ter candidato a qualquer custo.

Socialistas
O PSB do governador Renato Casagrande também já lançou o vereador de Vitória Sérgio Magalhães (PSB), o Serjão. Mas, apesar de a prioridade ser fortalecer a legenda, o presidente regional do partido, Macaciel Breda, afirma estar aberto para discutir possíveis alianças, caso Hartung anuncie disputar as próximas eleições.

O PSDB tem dois pré-candidatos, Luiz Paulo Velloso Lucas(PSDB)e o presidente estadual da legenda, deputado federal César Colnago, e prefere não se manifestar sobre candidaturas hipotéticas. Somente em março ou abril do ano que vem, com base em pesquisa e debate interno, um dos dois nomes será lançado, segundo Colnago.

O presidente do PPS, deputado estadual Luciano Rezende, confirmou pré-candidatura própria e frisou que não trabalha com suposições, mas com situações reais.

Continua depois da Publicidade

Powered by WP Bannerize

Hartung “maduro” no PMDB
De acordo com o presidente do PMDB, Lelo Coimbra, o nome mais maduro para disputar a Prefeitura da Capital é de Paulo Hartung (PMDB). Ele afirma que o ex-governador é bem avaliado, tem presença forte na sociedade e que pode definir cenários diferentes na eleição.

“Hartung é reconhecido, fez um ótimo trabalho no governo. Sua candidatura é importante pois, além de permitir o fortalecimento do PMDB no Estado, pode resultar na aliança entre partidos que já lançaram pré-candidaturas”.

A situação dos partidos

PSDB: Os dois pré-candidatos do partido são Luiz Paulo Velloso (PSDB) e o presidente estadual da sigla, deputado federal César Colnago. Mas a escolha só será feita em março ou abril do ano que vem, com base em pesquisas e debate interno.
PT: A pré-candidata do partido é a ministra da Secretaria de Políticas para as Mulheres, Iriny Lopes (PT). Mas o prefeito de Vitória, João Coser (PT), já apontou para o apoio ao ex-governador Paulo Hartung (PMDB), caso ele seja candidato.
PSB:
O vereador de Vitória Sérgio Magalhães (PSB), o Serjão, é o nome do partido para as próximas eleições. Mas a sigla está aberta a discutir possíveis alianças se Hartung for lançado, de acordo com o presidente estadual, Macaciel Breda.
PMDB:
De acordo com o presidente estadual do partido, deputado federal Lelo Coimbra (PMDB), o nome de Hartung é o mais maduro para disputar a prefeitura da Capital. Mas como as eleições ainda estão longe, a prioridade da legenda é a defesa dos royalties. 
PPS:
O presidente estadual do partido, deputado estadual Luciano Rezende (PPS), lançou pré-candidatura própria. E afirma não discutir possibilidades. Assim, prefere não se posicionar sobre possível candidatura do ex-governador.