Governo anuncia pacote de investimentos de quase R$ 80 milhões em 18 municípios

O governador Renato Casagrande assinou na tarde desta quinta-feira (22) convênios que repassam para algumas prefeituras quase R$ 76 milhões. Os recursos foram divididos em várias áreas, mas a maior parte do montante, cerca de R$ 64 milhões, serão destinados a obras nas áreas de lazer e mobilidade urbana.

Dezoito municípios capixabas vão receber os investimentos. “Nós vamos começar já a partir deste momento e passar a primeira parcela desse convênio. O restante, o desembolso, vai ser de acordo com o cronograma de execução das obras que são aprovados em planos de trabalho”, disse o secretário de Saneamento e Desenvolvimento Urbano, Iranilson Casado.

A Secretaria de Esporte destinou recursos para 27 municípios. “Praças esportivas, quadras, campos, obras estruturantes também como é o caso do Centro Municipal Esportivo Goiabeiras, que é uma obra de mais de R$ 8 milhões. Hoje nós estamos comemorando o início de processos para entregar mais 34 obras à população capixaba”, afirmou o secretário estadual do Esporte, Vandinho Leite.

Continua depois da Publicidade

Powered by WP Bannerize

O prefeito ressaltou a importância em investir no esporte. “Qualidade de vida em Vitória e saúde, realmente gerando um bem estar social para o nosso cidadão”, comentou João Coser.

Para a área da educação recursos serão destinados com foco principal no início da formação. “Em geral, são escolas de ensino infantil, que são dos municípios, e algumas delas também tem ensino fundamental, que também os municípios oferecem” disse o secretário estadual de Educação Klinger Barbosa Alves.

A Secretaria de Saúde destinou cerca de R$ 18 milhões com prioridade na atenção primaria. “A atenção primária de saúde precisa de um reforço de ambiência de trabalho para os funcionários e os usuários”, comentou o secretário de saúde Tadeu Marino.

No discurso o governador Renato Casagrande enfatizou a responsabilidade de cada gestor em administrar com cuidado o dinheiro recebido. “Tem que ter um cuidado grande dos municípios para que possam utilizar adequadamente esse dinheiro produzindo resultados”, alertou Casagrande.