Estado vai pressionar governo federal para construir ferrovia e porto

O governador Renato Casagrande (PSB) comemorou as confirmações de grandes investimentos em rodovias e ferrovias no Espírito Santo, nesta quarta-feira (15), mas teme que as novas concessões à iniciativa privada anunciadas pelo governo federal também fiquem “emperradas”, a exemplo do que acontece com as obras na BR 101 e no Aeroporto de Vitória

“Estamos sempre desconfiados porque as coisas no estado são muito difíceis. Mesmo que agora estejam acontecendo a gente fica sempre em dúvida. Nós tememos, temos preocupação”, afirmou.

Grandes investimentos na área de logística e transporte nos próximos anos prometem eliminar antigos gargalos da economia capixaba. Os projetos são: a concessão da BR 262 em todo o trecho do Espírito Santo até a cidade mineira de João Monlevade e a construção da ferrovia Vitória – Campos – Rio de Janeiro.

Continua depois da Publicidade

Powered by WP Bannerize

Os investimentos em rodovias e ferrovias anunciados pelo governo federal chegam a R$ 130 bilhões. O Estado foi contemplado no Programa de Concessões de Rodovias e Ferrovias do Governo Federal, realizado no final da manhã desta quarta. Os editais serão publicados em março de 2013.

A expectativa do governo do Estado é de que os anúncios de concessões para a área portuária, previstos para setembro, também contemplem o Espírito Santo. “Certamente um novo porto do estado, uma nova fronteira portuária deverá estar incluída no plano a ser anunciado em setembro”, disse.

Agora que os investimentos estão no planejamento do governo federal caberá ao Estado pressionar para que eles não sejam deixados de lado. “É uma grande conquista que vai exigir de nós cada vez mais capacidade de mobilização”, disse o governador.