Espírito Santo fica de fora dos investimentos do Governo Federal.

NBR
Foto – NBR.
 .
“Estamos em um momento de construir as bases para o novo ciclo de desenvolvimento e crescimento do país”. Foi assim que iniciou sua fala o ministro do Planejamento, Nelson Barbosa na manhã desta terça-feira (09), durante da cerimônia de anúncio da nova etapa do Programa de Investimento em Logística. Segundo ele, a nova etapa prevê investimentos de R$ 198,4 bilhões. Desse valor serão destinados R$ 66 bilhões para rodovias, R$ 86,4 bilhões para ferrovias, R$ 37,4 bilhões para portos e R$ 8,5 bilhões para aeroportos.
 .
No evento estava presente o governador capixaba, Paulo Hartung (PMDB), que foi com a expectativa de que o estado capixaba fosse contemplado com as obras para modernização e ampliação da BR 262. O que não aconteceu.
.
No anúncio o Estado não só não foi contemplado nesta área, bem como o aeroporto parece que, mais uma vez, não vai decolar. O Governo Dilma Rousseff anunciou apenas a ferrovia EF 118 ligando a região da Grande Vitória à cidade do Rio de Janeiro e possui cerca de 700 km. A ferrovia passa pelo litoral do ES e RJ com acesso aos principais portos existentes e aos projetos futuros como o Porto Central, por exemplo. Estão previstos investimentos de R$ 7,8 bilhões para esta obra.
.
Sozinho, Hartung teve que amargar a frustração, uma vez que seu governo anunciou nesta segunda-feira (08), que o governador iria para a cerimônia na expectativa de muito mais. Dentre o que Paulo Hartung esperava estavam a mudança da poligonal do Porto de Barra do Riacho, que possibilitaria a ampliação do terminal privado existente (Portocel) e viabilizará a implantação de outros projetos (Imetame) portuários na região.
.
Além disso o governador esperou que o trecho da BR 262 chegaria ao estado, mas a decisão do Governo Federal, as obras vão parar em Minas Gerais. Na avaliação de lideranças política ouvidas pela reportagem, este pode ser um sinal de retaliação da presidente Dilma com o governador capixaba que deixou clara sua posição política no pleito de 2014, fazendo campanha para o adversário, Aécio Neves (PSDB). “Estes novos investimentos irão contribuir para a manutenção do emprego e a sustentação do nível de atividade econômica”, disse a presidenta Dilma.
.
Rose diz que mesmo sem anúncio Estado vai ser beneficiado
A senadora Rose de Freitas (PMDB) participou do anúncio e garante que, mesmo não tendo sido falado pela cúpula do Governo Dilma, estão previstos investimentos de R$ 1,9 bilhão nas concessões das BR-262/381, que atravessa o estado de Minas Gerais até o Espírito Santo, em Viana. “Está anunciado. A BR-262 foi contemplada e a duplicação dela vai até Minas Gerais, não apenas até Victor Hugo (Marechal Floriano), como foi colocado a princípio”, destacou Rose de Freitas.
.
Na cerimônia de lançamento do plano, a senadora esteve ao lado do presidente da Companhia Docas do Espírito Santo (Codesa), Clovis Lascosque, e fez questão que ele anunciasse outro benefício conquistado pelo Espírito Santo: a ampliação da poligonal do Porto Barra do Riacho, em Aracruz. “Os terminais de uso privado que estariam dentro da poligonal ficarão de fora agora. Significa que, a partir deste momento, não teremos mais problemas de regulamentação para investir na ampliação da área pública. Feito isso, nós vamos, por exemplo, duplicar a movimentação de celulose”, disse o presidente.