Durante encontro com prefeitos, ministra garante investimentos

thi_1497__2__min_cf-10754

O governo federal, por meio da Secretaria de Relações Institucionais da Presidência da República, realiza nesta sexta-feira (12), o “I Encontro Estadual com os novos prefeitos e prefeitas do Estado do Espírito Santo”. O evento visa apresentar aos novos gestores municipais os programas da União e de que forma eles têm um reflexo direto nas atividades cotidianas das prefeituras.

Segundo informações da Associação dos Municípios do Estado do Espírito Santo (Amunes), mais de 60 prefeitos estiveram presentes no encontro desta manhã, entre eles o prefeito de Vitória, Luciano Rezende (PPS), de Cariacica, Juninho (PPS), da Serra, Audifax Barcelos (PSB) e de Vila Velha Rodney Miranda (DEM).

A ministra chefe da Secretaria de Relações Institucionais da Presidência da República, Ideli Salvatti, disse que veio ao Espírito Santo para explanar aos novos gestores como funcionará o processo para captação de recursos junto ao governo federal visando investir nas demandas de cada município. Para isso foi montado no encontro um espaço de atendimento de cada ministério. “Estamos com salas de atendimento dos ministérios. Os prefeitos poderão dirigir suas dúvidas sobre investimentos em áreas relevantes como saúde, educação, desenvolvimento social, desenvolvimento das cidades, infraestrutura, entre outras importantes”, salientou.

Ideli ressaltou que a ideia do governo federal é manter uma equipe permanente de monitoramento das obras em andamento nos municípios capixabas, que fiscalize o andamento das obras bem como os prazos para que as mesmas sejam entregues à população capixaba. Outra iniciativa da União é dar apoio permanente à gestão dos prefeitos, sempre orientando como os gestores devem proceder para conseguirem captação de recursos para investir nas áreas de necessidades prioritárias das cidades do Espírito Santo.

Obras garantidas ao ES

A ministra Ideli acrescentou ainda que em uma rápida conversa com a presidente da república, Dilma Rousseff (PT), ambas discutiram acerca das principais obras pendentes no Estado. Salvatti tratou de acalmar toda a população espírito-santense. “Podem ficar tranquilos, pois falei com a presidente a respeito da necessidade e emergência da realização de algumas obras no Espírito Santo. As obras do Aeroporto de Vitória, da BR 101 E da BR 262 vão para frente e serão entregues o mais breve possível à população capixaba. O Estaleiro Jurong também virá para o Espírito Santo”, pontuou.

O governador do Espírito Santo, Renato Casagrande (PSB), agradeceu a presença da ministra Ideli, bem como sua solidariedade com o povo capixaba no que diz respeito a trazer esclarecimentos aos prefeitos sobre como conseguir investimento junto ao governo federal. Casagrande também enalteceu o propósito do encontro.

“Neste dia estamos discutindo sobre a necessidade de apoio aos municípios. A ideia do encontro é dar orientações e condições financeiras aos prefeitos para realizarem obras que não são de responsabilidade nem do governo federal, nem do estadual, cabendo ao município fazê-las”.

Continua depois da Publicidade

Powered by WP Bannerize

O chefe do executivo estadual relembrou da época em que assumiu a administração estadual, no qual sabia que os desafios seriam grandes. “Em 2011 sabíamos as dificuldades e as perdas que poderíamos sofrer. Buscamos investimentos, inclusive, com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). Hoje temos a capacidade de investir cerca de R$ 1,4 bilhões por ano. Esses investimentos sem sombra de dúvidas estão trazendo melhorias significativas ao cidadão capixaba”, disse.

O prefeito de Venda Nova do Imigrante e Presidente da Associação dos Municípios do Estado do Espírito Santo (AMUNES), Dalton Perim, disse que o encontro vai ajudar muito aos novos administradores no que diz respeito à conquista de verbas para os municípios.

“Nas salas de atendimento os prefeitos poderão ter mais informações de como conseguirem verbas do governo federal. Muitas vezes, as cidades acabam perdendo verbas, pois para receber investimentos é preciso apresentar a União um projeto de como e aonde aquele dinheiro será investido. Esse projeto tem uma série de requisitos que na maioria das vezes o município não cumpre e acaba ficando sem o dinheiro”, explicou. Dalton disse que é difícil mensurar quanto os municípios já perderam por causa desse tipo de problema.

Dalton ressaltou que uma das preocupações da Amunes é ajudar a melhorar a funcionalidade dos municípios.

Ministro das Cidades apresenta projetos para o Espírito Santo

O Ministro das Cidades, Aguinaldo Ribeiro, apresentou os projetos da pasta a serem desenvolvidos no Espírito Santo. Aguinaldo falou sobre as obras do Minha Casa, Minha Vida, além do Programa Nossa Casa, que é desenvolvido pelo Estado por meio do Instituto de Desenvolvimento Urbano e Habitação do Espírito Santo (IDURB), contando também com parceria dos municípios que são responsáveis em ceder o terreno para que as habitações possam ser construídas.

Entrega de motoniveladoras

Durante o encontro, o governo federal entregou 10 motoniveladoras a algumas cidades do Estado. Futuramente a União irá entregar os equipamentos aos demais municípios do Estado. Na solenidade de hoje receberam o equipamento as cidades com até 50 mil habitantes. Os 10 municípios comtemplados foram: Afonso Cláudio, Barra de São Francisco, Nova Venécia, Pedro Canário, Santa Maria de Jetibá, Iúna, Sooretama, Muqui, Baixo Guandu e Ibatiba.

Prefeitos falam das dificuldades

O prefeito da Serra, Audifax Barcellos (PSB), relembrou os problemas que encontrou nesses primeiros 100 dias de gestão e o que já foi feito para resolvê-los. “As dificuldades já são conhecidas: problemas de ordem financeira, dívidas, contratos longos com algumas empresas, obras mal finalizadas. Desde o primeiro dia estamos trabalhando para resolver esses problemas, só que isso demanda tempo. Mas estou confiante que vamos dar a volta por cima”, disse.

O prefeito de Vila Velha, Rodney Miranda (DEM), disse os principais problemas do município canela-verde são as questões da saúde e dos alagamentos, mas que sua equipe de governo já está se empenhando para otimizar esses problemas. “Estamos trabalhando para diminuir os prejuízos durante o período de chuva, obras de barragem e limpeza da cidade já estão sendo feitas. Temos a expectativa de resolver esses problemas pontuais o mais breve possível”, relatou.

O prefeito de Santa Maria de Jetibá, Eduardo Stuhr, revelou que assumiu a prefeitura com sérios problemas estruturais e com dividas da gestão anterior. “Assumimos com equipamentos de trabalho como máquinas e veículos quebrados ou com algum tipo de dano. Também herdei contas da administração passada. Ainda estamos naquela fase se constatar a real situação do município. Uma das prioridades é melhorar as estradas que dão acesso ao nosso município”, contou.