Clima de rivalidade marca mais uma sessão na Câmara Municipal de Mantenópolis-ES.

Continua depois da Publicidade

Powered by WP Bannerize

A Câmara Municipal de Mantenópolis realizou ontem, segunda-feira mais uma reunião ordinária, quando foram aprovados por unanimidade pedido do executivo, a aprovação do cargo de Fisioterapeuta para atender a Academia ao Ar Livre, inaugurada recentemente, a contratação de dois auxiliares administrativos e cinco calceterros para a secretaria de serviços urbanos. E ainda algumas indicações de serviços. Os vereadores Elza Kerr e Jorgão usaram a tribuna e pediram providências urgentes com relação a falta de merenda escolar nas escolas do município. O vereador Jorjão comentou também sobre a declaração da Secretária de Saúde Eucilene Teixeira de Siqueira dizendo que não cabe a participação dos vereadores e diligência feita pelo Ministério Público no caso dos medicamentos com prazo de validade vencidos e apresentou um DVD com áudio e vídeo que segundo ele contradiz o que declarou a secretária. O vereador Varli Lima do PT, líder do prefeito na Câmara, também usou a tribuna e afirmou que foram feitas licitações e que hoje a prefeitura já assinaria os contratos com as empresas distribuidoras de merenda escolar e disse ainda que Mantenópolis vive num clima de instabilidade e que os moradores do município segundo ele estão assustados, e perguntou: de onde está partindo esse clima e disse que aquela casa de leis precisa tomar um novo rumo. A sessão teve alguns momentos de tensão devido as falas de aliados e oposição. E quase no fim a sessão um senhor apresentando sintomas de embriagues entrou nas dependências da Câmara, usando palavras que não se entendiam direito, mas que referia-se ao vereador Jorge Alves, e a sessão foi suspensa por alguns minutos. Após o reinício da reunião, os vereadores falaram da necessidade de se providenciar segurança para aquela casa, já que as reuniões estão ficando cada vez mais polêmicas. O presidente Raul Duarte disse que enviará ofício ao comando de Policia Militar requerendo um policial para fazer a segurança nas próximas reuniões.

Fonte- Transason