Cinco universitários desaparecem na Bahia

As famílias de cinco jovens de São Mateus e Colatina estão angustiadas e querem respostas à respeito do desaparecimento de seus filhos desde a noite da última sexta-feira. O grupo saiu de São Mateus às 19h e seguia para a cidade de Prado, na Bahia – um percurso que duraria cerca de três horas. Mas até o final da noite de ontem, eles ainda não tinham chegado ao destino, nem dado sinal.

Familiares

“As famílias e amigos estão mobilizados para encontrar alguma pista do que aconteceu. Todos estão ansiosos”.

Rendrix Galão, irmão de André

“Todo pai entende o que estou passando. Minha filha está desaparecida, quero respostas, quero que tudo dê certo”.

Paulo Luiz Oliveira, pai de Amanda

Os jovens são Amanda Oliveira, 22, Izadora Ribeiro, 21, Marllonn Amaral, 21, Rosaflor Oliveira, 24, todos alunos do Centro Universitário Norte do Espírito Santo (Ceunes), em São Mateus, e André Galão, 28, ex-estudante do Centro Universitário do Espírito Santo (Unesc), de Colatina. Eles estavam em um Fiat Punto de cor bege, placas ODC 6985.

Dora Ribeiro, mãe de Izadora, disse que por meio de um rastreamento telefônico, ontem à noite, surgiu uma nova informação: o último sinal do telefone de um dos jovens foi a 15 quilômetros da cidade de Teixeira de Freitas, na Bahia. “Essa é a última informação que recebemos, vamos aguardar as buscas e pensar positivo. Queremos respostas em relação ao caso, a angústia é muito grande”, diz Dora.

Segundo familiares de Rosaflor, eles foram vistos pela última vez em Pedro Canário, em um posto de gasolina do município. Ontem (22), durante as buscas feitas pelas polícias Civil e Militar, uma funcionária reconheceu o grupo e confirmou que eles estiveram no posto.

Os cinco jovens viajavam para a casa dos pais de Izadora, que moram em Prado, na Bahia. Os amigos iriam participar da festa de aniversário da mãe da jovem, que foi suspensa, no sábado (21). Como eles estavam demorando a chegar, os familiares ficaram preocupados e resolveram ligar para os telefones celulares dos universitários, mas todas as chamadas caíram na caixa postal.

Equipes de polícia de São Mateus e Pedro Canário fizeram buscas ontem em vários pontos do Espírito Santo e da Bahia, mas ninguém foi localizado. As buscas chegaram a se estender até localidade de Posto da Mata, na Bahia, mas até o final da noite de ontem os cinco amigos continuavam desaparecidos.

Qualquer informação que possa levar à localização dos cinco jovens pode ser passada para a Delegacia de Pessoas Desaparecidas, em Vitória, pelo telefone 3137-9065, ou para o Disque-Denúncia da Secretaria de Segurança Pública, pelo telefone 181.

Continua depois da Publicidade

Powered by WP Bannerize

Percurso jovens desaparecidos

Polícia investiga hipótese de uma ação criminosa

De acordo com o delegado de São Mateus, Leonardo Malacarne, todas as possibilidades de linhas investigativas foram consideradas para apurar o desaparecimento dos cinco jovens. Malacarne ainda afirmou que até o momento uma ação criminosa é a hipótese mais válida.

“Rastreamos a rodovia e não encontramos indícios de acidentes. Sabemos que há muitas hipóteses, entretanto há forte indício de ser uma ação criminosa. Mas não podemos adiantar muitas informações, pois a investigação corre em sigilo”, comenta Malacarne.

O delegado disse que a partir de hoje a investigação será em conjunto com a polícia da Bahia. “Só não começamos neste final de semana porque não conseguimos contato por lá. Mas amanhã (hoje), sem falta, vamos unir a investigação para garantir mais eficiência”.

foto: Divulgação
Familiares dos jovens desaparecidos divulgam um cartaz com fotos e informações na pagina de relacionamento Facebook
Reprodução de cartaz com fotos e informações divulgados pelos familiares dos jovens desaparecidos na página de relacionamento Facebook


Jovens Desaparecidos

Amanda Oliveira, 22
Ela cursa o 7º período de Ciências Biológicas no Centro Universitário Norte do Espírito Santo (Ceunes), em São Mateus. Solteira, mora sozinha e quer estudar para ser perita.

André Galão, 28
Ele estudava Moda no Centro Universitário de Colatina (Unesc), mas trancou neste ano. André é estilista e trabalha em uma loja em Colatina. Solteiro, mora na cidade com os pais.

Izadora Ribeiro, 21
A estudante cursa o 7º período de Ciências Biológicas no Centro Universitário Norte do Espírito Santo (Ceunes), em São Mateus. O plano de Izadora é fazer mestrado em Viçosa.

Marllonn Amaral, 21
Natural de Nova Venécia, ele é estudante do Centro Universitário Norte do Espírito Santo (Ceunes), em São Mateus. Marllonn é amigo dos quatro há muitos anos.

Rosaflor Oliveira, 24
É natural de Vitória. Tem 24 anos e, atualmente, é estudante do curso de mestrado em Biologia, no Centro Universitário Norte do Espírito Santo (Ceunes), em São Mateus.