CBF altera seu critério para o Ranking Nacional de Clubes e Estado sai perdendo

Através do seu site oficial, a CBF confirmou que o Ranking Nacional de Clubes, atualizado a cada fim de temporada, terá uma grande mudança. Ao contrário do que aconteceu até 2011, quando o Ranking foi atualizado com os resultados dos clubes nas competições desde 1959, agora será levado em conta apenas os resultados obtidos nos últimos cinco anos.

No formato anterior, a Desportiva era a melhor colocada, na 42ª colocação, com 509 pontos.  O segundo capixaba era o Rio Branco, na 99ª colocação, com 103 pontos. O capixaba seguinte era o Vitória, na 125ª colocação, com 57 pontos. O Serra vinha em 148º, com 36 pontos.

Essa mudança, inclusive, pode fazer com que o Espírito Santo caia muito como Federação. Em 2011, o Estado foi o 15º segundo a CBF, com 829 pontos, mas deve cair no novo formato. Vale lembrar que esse ranking é o responsável por distribuir as vagas para a Copa do Brasil. Isso aconteceria porque o Estado não passa da primeira fase da Copa do Brasil há 14 anos e na Série D não consegue avançar às fases decisivas.

Veja o ranking completo, de 14 de dezembro de 2011

Continua depois da Publicidade

Powered by WP Bannerize

Desta forma, clubes capixabas mais tradicionais, como principalmente a Desportiva e Rio Branco, que participaram de Campeonatos Brasileiros nas décadas de 70 e 80, além do Serra e da própria Desportiva, que jogaram a Copa João Havelange, em 2000, não terão mais esses resultados dentro do critério de pontuação. Mesmo assim, enquanto a Desportiva deve ser a maior prejudicada, o Rio Branco, que participou de duas Série D do Brasileiro nos últimos anos e uma Copa do Brasil, deve subir no ranking, podendo, inclusive, passar a ser o capixaba melhor colocado.

A Tiva jogou a jogou a Copa do Brasil em 2009, mas como Capixaba. Assim, a Ferroviária não deve constar no ranking. Outros clubes locais, como Real Noroeste, Aracruz, São Mateus, Serra e Vitória, por participações na Copa do Brasil e na Série D do Brasileirão, devem constar no Ranking, que será atualizado após o fim da temporada do futebol brasileiro, no dia 3 ou 4 de dezembro.

Como funciona

A intenção é privilegiar os resultados mais recentes dos clubes. Todas as participações na Copa do Brasil e nos Brasileiros das Séries A, B, C e D serão anotadas e terão peso diferenciado, indo de 4, 3, 2 e 1. Os times que disputarem a Libertadores serão privilegiados.