Carteira de Habilitação mais cara a partir de dezembro

simulador-135726A portaria 545 do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) já prevê, a partir de 31 de dezembro de 2015, a obrigatoriedade do simulador de direção para as autoescolas.
 .
Resultado disso é que quem pensa em tirar a habilitação se adiante, porque as novas regras vão gerar encarecimento de cursos no Centros de Formação de Condutores (CFC).
.
Segundo dados do sindicato que representa as autoescolas no Espírito Santo (Sindauto-ES), hoje, em todo o Estado, apenas três instituições já contam com o equipamento, avaliado em torno de R$40 mil. Até agora, o simulador era item facultativo e as CFC que já detém o mecanismo não terão de arcar com o custo adicional.
.
“O aumento para o consumidor final é imprescindível”, afirmou Anderson Perosini, presidente do sindicato. Segundo ele, a emissão da CNH ficará mais cara, já que a escola precisa adquirir a máquina, aumentar o consumo de energia, além de adequar suas instalações físicas para que comportem o novo equipamento.
 .
No Centro de Formação de Condutores Praia da Costa, em Vila Velha, o aumento é certo. O curso, que tem o custo de R$1.450,00 terá um ajuste de 20% a 30%, pelo menos.
 .
Em Vitória, no CFC Pegoretti, Adriana Pegoretti, uma das proprietárias, diz que além de todos os gastos, o equipamento ainda exige uma manutenção mensal que varia de acordo com o número de aulas que foram ministradas no aparelho, um valor que vai de R$800 a R$1500. “Sem dúvida o valor da CNH sofrerá aumento, e será de no mínimo R$500”, completa a empresária.
.
“Estou há 32 neste mercado, e se me obrigarem a comprar o simulador, terei de fechar as portas”, lamenta Gesiane, responsável pela auto-escola Renecar, em Cariacica. Ela diz que cinco horas a mais, em um simulador – que custa mais do que um carro 0KM –, não farão os índices de acidentes diminuírem.
Veja video do simulador.