Cacau capixaba conquista o mundo

Cacau do Espírito Santo conquista o mundo Produção capixaba da fruta é destaque no principal evento do setor chocolateiro realizado em Paris Mais de 130 mil pessoas visitaram a 18ª edição do Salão de Chocolate de Paris, realizado no Parque de Porte de Versailles, na capital francesa, entre os dias 31 de outubro e 04 de novembro. E os apaixonados por chocolate puderam conhecer, entre os cerca de 160 expositores de diversas partes do mundo, o chocolate produzido com as amêndoas de cacau do Espírito Santo.

O Cacau de Linhares foi um dos destaques do estande ‘Cacau do Brasil’ instalado no local do evento. O folder e o vídeo institucional apresentaram o potencial do Estado capixaba na produção da fruta para os turistas e o chocolate encantou os mais diversos paladares. “A recepção foi muito além da esperada. Percebemos que o nosso cacau está entre os melhores do mundo”, afirmou o produtor de Linhares, Emir de Macedo Gomes Filho, que levou suas amêndoas e chocolates fabricados com elas para o evento. Representantes de algumas indústrias europeias mostraram interesse no cacau capixaba e iniciaram alguns diálogos para possíveis parcerias.
Com o tema: Les Nouveaux Mondes du Chocolat (Os Novos Mundo do Chocolate), o Salon 2012 apresentou as novas tendências no consumo de chocolate, os novos sabores, os jovens talentos e os países que estão em ascensão no mercado de cacau e chocolate, incluindo o mercado de chocolate brasileiro. “A delegação capixaba, que representou o setor cacaueiro estadual no evento, realizou contatos com indústrias de chocolate de países europeus buscando novas oportunidades. Teremos bons resultados em breve”, destacou o presidente da Associação dos Cacauicultores de Linhares (Acal), Maurício Buffon.
A Indicação recentemente pela Associação dos Cacauicultores de Linhares (Acal) através do Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI), foi apresentada amplamente Geográfica do Cacau de Linhares, certificação conquistada recentemente pela Associação dos Cacauicultores de Linhares (Acal) através do Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI), foi apresentada amplamente, no Salão de Paris. “Expomos para os principais chocolateiros que o nosso cacau tem origem diferenciada, com condições climáticas favoráveis e preservação as questões socioambientais”, frisou Antonio Roberte Bourguignon, secretário de agricultura e presidente do Sindicato Rural de Linhares.

Continua depois da Publicidade

Powered by WP Bannerize

Participaram da delegação capixaba ainda o o secretário de agricultura do Espírito Santo, Enio Bergoli; o assessor técnico da Ceplac, Paulo Siqueira; e o representante da Federação da Agricultura e Pecuária do ES, José Manoel Monteiro e Castro. Consumidores europeus aprovam chocolate feito com cacau capixaba Reunindo expositores de diversas partes do mundo, o Salão do Chocolate de Paris proporciona opções aos milhares de consumidores que visitam o evento. O estande do Cacau do Brasil teve visitação intensa em todos os dias do evento, em especial o cacau do Espírito Santo.

O francês Hervé Ambiehl experimentou o cacau o chocolate processado com cacau da Fazenda São Luiz, no município de Linhares (ES), e aprovou. “Muito bom. Estala na boca de tantas sensações que esse chocolate proporciona. Com um bom café, é uma ótima pedida”, disse encantado com o chocolate.

Mesmo sem o hábito de comer chocolate com mais cacau na mistura, a francesa, Assolate Mina, destacou o paladar do produto com cacau capixaba. “Tem um gosto apurado que fica na boca. Mesmo com menos açúcar na mistura, como estou acostumada, não atrapalha o sabor do chocolate. Muito bom”, afirmou Mina.
Produtores de cacau e lideranças capixabas se reúnem com indústria belga durante Salão do Chocolate de Paris Encontro aconteceu na sexta-feira no estande do Brasil A delegação capixaba se reuniu, na última sexta-feira 02/11, no estande do Brasil no Salão do Chocolate do Paris, com representantes da indústria belga Puratos para apresentar aos produtores de cacau do Espírito Santo o cronograma de implantação de uma fábrica no município de Linhares.
O grupo belga Puratos anunciou, na última semana, o investimento de € 12,7 milhões (R$ 33,42 milhões) em uma nova fábrica, com capacidade para produzir 10 mil toneladas de chocolates por ano. Durante a reunião com os produtores, o diretor comercial da empresa, Carlos Alpízar, destacou a importância do relacionamento construtivo com o setor. “Essa reunião fortaleceu nosso contato com a classe produtora. Temos que manter esse diálogo para buscar uma melhoria da qualidade do cacau”, afirmou.

Para o presidente da Associação dos Cacauicultores de Linhares, Maurício Buffon, o encontro foi essencial para o futuro da atividade. “A parceria com a indústria é importante. Temos produto com qualidade e a Indicação Geográfica do Cacau de Linhares que valoriza nosso produto”, destacou.

A boa notícia chega no momento em que o Governo do Estado lançará o Programa “Cacau Sustentável” para revitalizar a lavoura cacaueira. A solenidade será no dia 14 de novembro na Estação Experimental da Ceplac, localizada em Linhares. “Estamos unindo esforços para que possamos evoluir na nossa produção cacaueira, gerando renda aos nossos produtores e preservando o meio ambiente”, destacou o secretário de agricultura de Linhares, Enio Bergoli.

Participaram da reunião ainda o secretário de agricultura de Linhares e presidente do Sindicato Rural, Antonio Roberte Bourguignon; o assessor técnico da Ceplac, Paulo Siqueira; o representante da Federação da Agricultura do Espírito Santo, José Manoel Monteiro de Castro; o produtor Paulo Gonçalves e a manager da Puratos,Marie-Amélie Ormiéres.