Cabo é assassinado a tiros em rua de Vila Velha após deixar à cadeia

O cabo Jenilson da Silva, 46 anos, foi morto na tarde desta sexta-feira (09), por volta das 16h30, com dois tiros disparados à queima-roupa, por um homem ainda não identificado pela polícia. O assassino chegou a pé, no bairro Ulisses Guimarães, em Vila Velha. Depois dos disparos o atirador fugiu em direção à Rodovia do Sol.

De acordo com peritos que estiveram no local, o policial foi atingido por dois disparos, um no rosto e outro nas costas e morreu na hora. O delegado Ágis Macêdo, que também acompanhou a ocorrência, informou que o militar estava armado com uma pistola calibre 380 na cintura, registrada no nome dele, mas foi pego de surpresa e não teve chances de reagir.

Continua depois da Publicidade

Powered by WP Bannerize

Jenilson foi morto na frente de casa, na Rua Evaldo Braga, enquanto ajudava o pedreiro na reforma do imóvel onde mora com a família. A arma que estava na cintura, ficou caída na calçada e foi recolhida por um morador que a entregou à Polícia Militar.

O delegado requisitou o aparelho com a gravação das imagens de uma câmera de segurança que cobre toda a calçada em frente à residência do cabo, que a família alega estar desativada.

“As imagens que possam estar gravadas, poderão nos ajudar na identificação do atirador, já que aqui no local ninguém conseguiu dizer quem era ele”, ponderou o delegado.

Ainda abalada com o que aconteceu, a família de Jenilson se manteve todo o tempo dentro de casa e não falou com a imprensa. Alguns amigos estiveram no local, mas também preferiram manter o silêncio.