Bandidos armados invadem residência e fazem uma mulher de refém em Mantenópolis

11419759_801615379958830_308952126_nA Polícia Militar foi avisada, por telefone, de que, no Córrego, à beira da via asfaltica, havia duas motos abandonadas. A equipe do GAO (Grupo de Apoio Operacional) de Mantenópolis deslocou-se para o local e, durante o trajeto, foi avisada pela central de comunicações, de que ali próximo uma mulher estava sendo vítima de roubo e de que os ladrões a espancavam. Os policiais ligaram um fato ao outro e passaram a procurar a residência onde ocorria o roubo. Após localizá-la, conseguiram se aproximar do local sem serem percebidos, momento em que cercaram a casa. Os policiais ouviram gritos da vítima, proveniente de violentas agressões praticadas por três homens, no interior da casa, quando gritaram aos acusados, anunciando que o local estava cercado e determinando a rendição. Os acusados, sendo um menor e outros dois adultos, após relutarem, saíram da casa, com os rostos cobertos por panos, usando a moradora como escudo e apontando uma faca e uma arma de fogo em direção a sua cabeça. Os policiais mantiveram o cerco e exigiam a libertação da refém a todo instante. Em um determinado momento, um dos bandidos empurrou a refém ao chão, enquanto outro atirou em direção aos policiais, os quais revidaram atirando em direção aos policiais.

11355563_801615436625491_280480580_n
Menor de idade –

Dois dos homens conseguiram fugir em direção a um matagal intenso e, devido à escuridão, caíram em um barranco de cerca de doze metros, o que lhes causou ferimentos muito graves. Os três homens foram socorridos pelos policiais, sendo que um deles foi alvejado, durante a troca de tiros e, segundo informações, dois deles se encontram em tratamento médico, em estado aparentemente grave, e estando sob escolta da polícia no curso do internamento. A mulher tomada como refém informou à Polícia que os homens chegaram à sua residência e, após verificarem que estava só, anunciaram o assalto e arrombaram a porta, passando a agredi-la com socos, chutes e coronhadas de revólver. Antes, porém, da entrada dos bandidos, a vítima conseguiu ligar para o celular do seu esposo e a ligação telefônica se manteve, de modo que seu marido chegou a ouvir os sons provenientes das violências sofridas por sua esposa. Assim, o homem acionou a Polícia Militar, que já estava próxima ao local, permitindo, assim, que houvesse a intervenção pronta, salvando a vítima e prendendo os bandidos, em flagrante delito. Os detidos são conhecidos por “Bonitão”, “De Menor” e Max.

Continua depois da Publicidade

Powered by WP Bannerize

Segundo o tenente Romildo Alves Ferreira, comandante do destacamento policial militar de Mantenópolis, houve nos últimos dias uma intensificação de ações policiais, no distrito de São José, devido ao índice alarmante de violência criminalizada registrado naquela localidade. “Nunca prendemos tanto, em Mantenópolis, mas, mesmo assim, os resultados precisam melhorar. Nos últimos dias, foram furtadas ou roubadas seis motocicletas e a Polícia Militar recuperou cinco delas”. Acredita-se que, com a prisão dessa quadrilha que agia na região, haverá redução de certas ocorrências recorrentes. A Polícia Militar continuará a intensificar suas ações, na região do entorno de Mantenópolis, bem como, na zona urbana da cidade, garantiu o tenente Romildo.

 

11350063_801615423292159_1801783898_n
menor de idade

Temos na ação um MENOR de idade, dito vítima da sociedade, que mata, estupra, violenta, mas que pela mãe maternal da justiça brasileira, são pequenas crianças que não tem noção do que estão fazendo, são apenas crianças brincando de matar, destruir vidas e agredir inocentes e trabalhadores. São menores que não tem a capacidade e nem autorização para trabalhar, pois o trabalho pode traumatizá-los de forma psicologicamente irreversível. A tarja preta é para que não seja identificado e para preservar a sua integridade moral, já que menores infratores, criminosos, estupradores e assaltantes tem carta branca da costituição brasileira para se confrontarem contra as leis e a ordem sem serem importunados.
11418290_801615366625498_1771647174_n