Atleta Mantenopolitana é Campeã Brasileira de Handebol

A atleta mantenopolitana Ana Claudia Bolzan se sagrou Campeã Brasileira de Handebol neste final de semana pela equipe de Esporte Clube Pinheiros num jogo emocionante contra o Metodista, marcando o gol decisivo nos últimos 4 segundos finais.

Ana Claudia que nasceu e tem sua família residente em Mantenópolis, teve uma infância muito difícil, onde desde o seu nascimento sofreu com reumatismo fazendo uso contínuo de Benzetacil e como se não bastasse, em sua infância ainda teve várias fraturas no braço, precisando inclusive de uma intervenção maior de fisioterapeutas.

Porém, a força de vontade e a paixão pelo handebol, fizeram com que essa mantenopolitana lutadora não desistisse de seu sonho.

Com muitas dificuldades lutando daqui e dali, seus pais e toda família sempre se esforçaram pra investir no sonho da filha que por sua vez, rodava o mundo através também da seleção brasileira de handebol.

Embora a vida tenha lhe reservado muitos momentos difíceis como por exemplo ficar muito tempo longe da família que ela tanto ama, foi necessário uma dedicação maior e um compromisso firme pra que hoje pudesse estar realizando um de seus grandes sonhos.

Começou seus treinos com os incansáveis e eterno caça-talentos, Selinho e Lina Fortunato, onde junto aos treinos dos Sparta, foi lhe ensinado toda base de atleta, desde a base técnica até a base moral.

Confira o vídeo:

A GRANDE FINAL

Continua depois da Publicidade

Powered by WP Bannerize

Especialmente neste domingo (18) aconteceu a decisão da temporada 2016 da Liga Nacional Feminina de Handebol que contou com uma final que ficará na história da competição. O público que acompanhou em bom número a partida no Ginásio Poliesportivo Adib Moysés Dib, em São Bernardo do Campo (SP), se emocionou e torceu por duas das maiores equipes da modalidade. Com o duelo empatado em 24 gols para cada lado, a ponta esquerda, a mantenopolitana Ana Cláudia Bolzan, do Pinheiros (SP), fez um chute no último segundo e marcou o 25º gol, dando o título ao time da capital.

O confronto foi digno de um clássico, especialmente tratando-se da decisão da principal competição de clubes brasileiros de handebol. Este ano, o campeonato contou com um novo formato, que reuniu diversas regiões do Brasil. Esta foi a primeira final da Liga Nacional Feminina com a presença do Pinheiros (SP), tradicional em vitórias pelo naipe masculino. Do outro lado, estava a Metodista (SP), maior campeã da competição de todos os tempos e dona de nove títulos.

No início da partida, a vantagem foi do Pinheiros (SP), que permaneceu à frente durante todo o primeiro tempo, encerrado em 12 a 9. Na segunda etapa, a emoção só aumentou, com as duas equipes se alternando na liderança. Nos minutos finais, tudo igual no marcador, o que indicada que o jogo iria para a prorrogação, mas, no último segundo, arremesso certeiro do Pinheiros (SP) para o gol adversário, para delírio das atletas e do técnico Alex Aprile.

A atleta Ana Claudia Bolzan postou em sua rede social o seguinte agradecimento: “Esporte maravilhoso que nos proporciona sentimentos indescritíveis. Esporte que ganha quem erra menos. Esporte que só acaba no apito final (definitivamente). Hoje tive uma das sensações mais maravilhosas do mundo. E quem é atleta de handebol sabe bem do que eu estou falando. Estou falando de dar duro nos treinos, de se virar para estudar, trabalhar, treinar, jogar, se cuidar, de ficar o ano inteiro (ou mais) sem a família. To falando de acreditar até o final. To falando de ser atleta por amor, que o handebol nos proporciona. Final de semana incrível, de superação, de raça, de vontade. E pra fechar com chave de OURO, tivemos um espetáculo. É, espetáculo! Quem viu essa final, viu como foi lindo. E eu digo de novo, um p* jogo, das duas equipes. Disputadíssimo. Com certeza honramos o nome do nosso esporte, com certeza estamos deixando o legado do handebol.

Obrigada a SporTV, BandSports e Band por levar esses jogos à todos, por dar oportunidade aos amantes do handebol, aos nossos amigos e familiares à prestigiar cada segundo dos jogos.

Os.: Desculpa os palavrões…rs

Orgulho de fazer parte desse P*** time. PINHEIROS CAMPEÃO DA LIGA NACIONAL de Handebol Feminino 2016.”