Após temporal, prefeito de Pancas decreta situação de emergência

Devido aos estragos causados pela chuva da noite da última sexta-feira em Pancas, no Noroeste do Estado, o prefeito Luiz Pedro Schumacher (DEM) decretou situação de emergência no município. Segundo levantamentos da prefeitura, 215 famílias – cerca de 800 pessoas, no total – perderam “tudo” e estão recebendo assistência do Poder Executivo. Mais de três mil moradores foram afetados pelo temporal, o maior dos últimos 30 anos na região.

O prefeito informou ainda que, apenas na sede, 50 casas foram danificadas, em diversos bairros. “Em algumas, caíram paredes; em outras, houve queda do muro; e outras desabaram completamente”, disse o chefe do executivo. “Vamos começar a visitar o interior a partir de amanhã”, revelou.

Continua depois da Publicidade

Powered by WP Bannerize

Schumacher informou ainda que o nível da água do Rio Pancas – que chegou a atingir cinco metros – já voltou ao normal, mas a cidade permanece muito suja. “Há vários funcionários da prefeitura na rua fazendo limpeza. Além disso, a gente está contando com a ajuda de vários voluntários, mais de 100. Além disso, o povo está sendo solidário, estamos recebendo muitas doações de cestas básicas”, disse.

O prefeito de Pancas disse que ainda que o governador do Estado, Renato Casagrande (PSB), entrou em contato ontem e se pôs à disposição para mandar ajuda para o município. “Durante essa semana, vamos avaliar o que realmente precisamos aqui na cidade e vamos levar as nossas demandas para o governador”, concluiu Schumacher.