Ambulância da Prefeitura de São Gabriel é encontrada abandonada

No último sábado, 03 de março, foi publicado no Jornal Parada Viva, da região Norte/Noroeste do ES, uma reportagem que envolve uma ambulância GM Kadett Ipanema/94, da Prefeitura de São Gabriel da Palha que foi usado por muito tempo pela Secretaria Municipal de Saúde na administração do ex-prefeito Getúlio Loureiro (2001/2004). A ambulância sucateada foi encontrada a céu aberto em um lote em frente ao Posto Conilon no bairro Aparecida onde permanece por cerca de seis anos.

Aparentemente o veículo não está em condições de uso, pois faltam pneus e vidros; mas ainda existem adesivos e placa oficial que o identifica como uma ambulância. De acordo com a reportagem publicada, após consulta ao site do DETRAN/ES foi constatado que o veículo ainda está registrado em nome da prefeitura e constam débitos de licenciamento vencido desde o mês de maio de 2007; no site do DETRAN/ES, há informações que o veículo está em estado de circulação.

Continua depois da Publicidade

Powered by WP Bannerize

O Promotor de Eventos e proprietário do lote José Carlos Vetchesky, disse à reportagem que adquiriu o veículo em um leilão realizado pela Prefeitura de São Gabriel da Palha em 2006, no início da administração da atual prefeita Raquel Lessa, e segundo ele por várias vezes procurou os responsáveis pelo leilão em busca do recibo de compra e venda que seria usado para a transferência do veículo para o seu nome, mas não conseguiu êxito, já que a primeira via do recibo não existia, e a prefeitura alegou que não poderia pagar uma segunda via.

“No final do ano passado fui procurado pelo Secretário de Administração Carmindo Corradini e ele me pediu que eu quitasse os débitos para que a prefeitura desse baixa no veículo junto ao DETRAN/ ES; querem que eu pago os débitos atrasados e coloco o carro pra rodar, não concordo; pois eu já o comprei do mesmo jeito que está, sem condições circular, novamente vou procurar a prefeitura e espero que eles tomem uma solução para o problema o mais rápido possível”, disse Vetchesky.

Por Vinícius Faria Mattos