Agricultor morre após ser preso pelo estupro da própria filha no Norte

Acusado deixou carta e se declarou inocente pelo crime. A prisão aconteceu após determinação da Justiça

Um agricultor de 47 anos morreu após passar mal enquanto estava preso na Delegacia de Polícia (DP) de Nova Venécia, na madrugada do último sábado (19). A prisão dele foi decretada pela Justiça após ele ser acusado pela própria filha, uma adolescente de 16 anos, de tê-la estuprado. O crime teria acontecido em Vila Pavão. O homem deixou ainda uma carta para a família, na qual se declara inocente.
Segundo a polícia, a adolescente de 16 anos denunciou o pai ao Conselho Tutelar de Vila Pavão na quarta-feira (16). A acusação era de estupro. Os conselheiros acionaram o Ministério Público Estadual (MPES), que acatou o pedido e determinou a prisão temporária no dia seguinte. O agricultor foi detido e levado para a DP de Nova Venécia.

Continua depois da Publicidade

Powered by WP Bannerize

“Os argumentos que levaram o MPES a expedir o mandado de prisão eram fortes. Havia a denúncia da vítima; a irmã dela, de 12 anos, disse já ter visto o pai sobre a jovem de madrugada; a mãe também afirmou já ter visto o marido de cueca no quarto da filha. O exame de conjunção carnal constatou que a adolescente ainda era virgem, mas, mesmo sem ter havido penetração, o crime de estupro ainda é possível”, contou o titular da DP de Nova Venécia, Vitor Andrade.

Segundo Andrade, na primeira noite na prisão, o agricultor passou mal e foi encaminhado ao hospital de Nova Venécia, onde não resistiu à doença e morreu no dia seguinte. “A gente até desconfiou da morte – já que pessoas acusadas de estupro são mais suscetíveis a sofrer violência na prisão. Mas a causa foi determinada como edema pulmonar agudo, compatível com o quadro de pressão alta que o homem sofria. Com isso, a investigação do caso foi encerrada”, concluiu.

De acordo com a família, antes de passar mal e ser levado para o hospital, o agricultor escreveu uma carta na qual se declarava inocente pelo crime que ele foi acusado.

fonte-gazetaonline