Advogado tenta reverter em tribunal condenação de Jesus Cristo

a1-990548

Um advogado queniano busca anular a condenação de Jesus Cristo à crucificação, ocorrida há mais de dois mil anos. Dola Indidis recorreu ao Tribunal Internacional de Justiça, com sede em Haia, com a missão de tentar reverter o processo.

Continua depois da Publicidade

Powered by WP Bannerize

Segundo a revista Time, Indidis tem como alvo o Império Romano, incluindo Pôncio Pilatos, o rei Herodes e o imperador romano Tiberius.

“Eu entrei com a ação porque é meu dever honrar a dignidade de Jesus e buscar justiça para o homem de Nazaré”, afirma o queniano, reforçando, ainda, que os direitos humanos de Jesus Cristo foram violados.

Dola ressalta que Pilatos, na condenação, teve má conduta, preconceito e abusou do poder. Mesmo com a boa vontade do queniano, é impossível que ele seja ouvido pela Tribunal Internacional de Justiça, já que a sentença possui mais de 2 mil anos. Em 2007, a mais alta corte queniana já tinha descartado uma ação similar alegando falta de jurisdição.